Skip to main content

Vendas: é tempo de reinvenção ou de adequação?

A Revista Você S/A do mês de Novembro/2013 traz como reportagem principal as tendências e um panorama completo do que deve acontecer com os salários no ano de 2014. Dentre as áreas e cargos cobertos pela Revista, chamou-me bastante atenção a análise da Área de Marketing e Vendas, que mostra de forma super clara que o ano de 2013 foi um ano bastante desafiador, com muitas empresas inclusive promovendo a redução ou reorganização de suas forças de vendas para enfrentar o período de “vacas mais magras”.

A Revista afirma que é tempo dos profissionais de Vendas e Marketing se reinventarem para seguir no mercado. E eu preciso concordar com esta afirmação da Revista e com o fato de que os últimos dois anos foram mais difíceis não apenas para nós apaixonados por Vendas e Marketing, mas para o mercado como um todo. Economia menos aquecida, taxas de crescimento no mínimo decepcionantes e concorrência cada vez mais feroz que promovem a redução das margens são apenas alguns dos elementos que podem servir de “explicação” para a fase mais desafiadora que o Setor de Vendas em especial vive ao longo dos últimos anos e eu me atrevo a dizer até nas últimas décadas.

Não se pode negar que o mercado está cada vez mais competitivo, que os clientes estão mais exigentes e que novas necessidades e desejos surgiram e surgem a todo momento desafiando a capacidade criativa e principalmente as habilidades de execução dos líderes de Marketing e Vendas. E daí vem a minha provocação: será que os milhões de profissionais de Vendas e Marketing se atualizaram e, o que acredito ser ainda mais importante, se adequaram a este “novo mercado” mais competitivo e exigente?

Infelizmente penso que não! Quem já me prestigia em minhas palestras, cursos, workshops, artigos e livros, sabe o quanto defendo que o vendedor é um profissional que precisa e carece de inúmeras competências, habilidades, atitudes e comportamentos que o/a permitam qualificar-se e apresentar-se ao mundo como “vendedor profissional” e não como tantos que simplesmente “estão vendedores” e não “são” de fato vendedores.

Ainda são poucos os profissionais que de forma proativa e constante se dedicam e se esforçam para se transformarem em “campeões de vendas” que vão além do básico que se espera de um vendedor (saber prospectar, saber vender e saber se relacionar) e que estão sempre em busca da “milha extra” representada por uma capacidade aguçada de entender seus mercados e as necessidades visíveis e invisíveis de seus clientes e públicos-alvo, pela habilidade de transformarem clientes em fãs (encantamento e fidelidade nunca foram tão cruciais quanto agora) e de agirem com uma visão cada vez mais estratégica fazendo a boa correlação entre as mais diversas áreas da empresa (produção, logística, financeiro etc) que permite que todos ganhem: ganham os clientes, ganha a empresa, ganham os departamentos, ganha o vendedor e ganha a sociedade que passa a dispor de empresas e profissionais cada vez melhores e que realmente fazem a diferença positiva no mundo. Esta é a tal relação “win-win-win“, onde todos ganham e saem felizes, e que ainda por mais incrível que possa parecer é tão difícil de ser encontrada.

Sim, é isso o que tanto falta no nosso mercado de vendas. Profissionais que realmente enxerguem o quão nobre é “ser vendedor” e o quão importante é o seu trabalho para fazer esta tal “diferença positiva no mundo”, algo que só é possível com profissionais que saibam se adequar bem e sempre a um mercado em constantes mudanças que exige de todos nós e o tempo todo mudanças de postura, comportamento e técnicas que nos permitam vender bem sempre, nos bons anos e também nos anos mais desafiadores como o de 2013 que já se aproxima de seu crepúsculo.

Portanto, minha “Dica de Ouro” para você é: invista sempre em você mesmo, pois você é o maior acionista da sua vida! E saiba que mais importante do que se reinventar é se adequar aos novos tempos o que de fato exigem de todos nós uma postura muito mais proativa no que diz respeito às nossas habilidades, comportamentos, atitudes e técnicas. E não se esqueça de outra “Dica de Ouro” deste amigo vendedor: Vender é Servir! Vender é Ajudar! Sirva bem e atenda com maestria seus clientes e todos os seus anos serão recheados de boas vendas e de uma excelente remuneração!

Um grande abraço do seu amigo vendedor que sonha sempre te ajudar a brilhar ainda mais e também a ganhar mais dinheiro com muito mais Paixão e Propósito!!

José Ricardo Noronha

Você SA Nov2013

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Curso Vendedores Vencedoresclique aqui para comprar o curso que vai te ajudar a brilhar muito mais na vida e nas vendas. Cursos Mais Educa: cursos baseados em “best sellers” feitos para você!

Livro autografadoClique aqui e compre o livro “Vendedores Vencedores” que vai mudar sua vida e impactar positivamente suas vendas por um investimento super especial (R$ 30,00) e ainda ganhe um presente surpresa.

EProdutivo: A Escola do Resultado e do Equilíbrio. Christian Barbosa, Gustavo Cerbasi, José Ricardo Noronha e os maiores especialistas do País juntos em Projeto maravilhoso que vai mudar sua vida. Assine já!!

3 comentários em “Vendas: é tempo de reinvenção ou de adequação?

  1. Consultores de vendas dos tempos atuais são bem conscientes das necessidades gerais do mercado, mas precisam muito mais de treinamentos específicos sobre sociabilidade e técnicas comportamentais onde possam manifestar mais empatia, carisma, e gentileza e outras condutas estritamente ligadas à área das interações – ingredientes sociais absolutamente fundamentais para quem atende ao público.
    O restante dos artigos que lemos diariamente, não passam de afirmações e informações genéricas e repetitivas. Pouco conteúdo apresentam!
    A verdade é que esses consultores de venda precisam saber operacionalizar suas atitudes para entabular relacionamentos bem mais promissores e atraentes. Necessitam de treinadores que, inicialmente possam mostrar como agir, bem como a consequência social desses comportamentos mais técnicos. Pois, do treino incansável vai surgindo a habilidade e desenvoltura e, finalmente, a sua assinatura comportamental, seu estilo próprio. É assim que desenvolvemos profissionais em suas atuações práticas.
    Angela Paes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você Vai Continuar
Torrando Dinheiro com
Treinamentos e Palestras?

Baixe agora o eBook rápido de alto impacto com
5 dicas preciosas para não torrar dinheiro com
treinamentos desconectados da sua realidade.

Você está a UM PASSO de baixar
seu exemplar do eBook!

Deixe seu nome e seu melhor e-mail
para receber o link de download.