Skip to main content
fake-2355686_1920

O “Novo Normal”​ e o “Checklist da Hipocrisia”​

Faltam poucos dias para chegarmos à triste e histórica marca do 120o dia da data em que tivemos o 1o caso de Covid no Brasil.

De lá para cá, muita coisa mudou. Vimos muitos negócios e pessoas se reinventarem. Por outro lado, temos visto muita gente sofrer e quebrar. E vimos também o crescimento “exponencial” (e dá-lhe “Buzzwords“) da transformação digital e da hipocrisia.

Sim, o artigo de hoje é polêmico e se propõe a listar algumas ações hipócritas que muitas empresas têm adotado desde o início da pandemia:

✅ Hipocrisia 1: Grandes bancos têm investido verdadeiras fortunas para propagandear seus incríveis feitos para ajudar a reerguer a economia.

❌ Realidade: Muita gente que precisa dos grandes bancos seja para capital de giro e/ou financiamentos e auxílios dos mais diversos têm, por vezes, enfrentado torneiras secas e/ou juros extorsivos diante de uma economia claudicante e com juros reais próximos de zero.

✅ Hipocrisia 2: Grandes empresas têm feito um trabalho magnífico de marketing ao propagandear que têm crescido e contratado no meio da crise.

❌ Realidade: Várias delas romperam unilateralmente inúmeros contratos com seus “parceiros”, sendo que muitos deles têm quebrado tamanha a exposição e até dependência que tinham destas grandes empresas. A justificativa para o rompimento contratual é quase sempre a mesma: preservação de empregos e redução drástica das receitas. Mas peraí, elas não dizem nas redes sociais que estão crescendo? Vai entender …

Que fique claro: não se pode generalizar! Muito ao contrário!

As “grandes” empresas de verdade têm agido de forma impecável durante a pandemia ao não demitir, ao respeitar seus contratos com seus parceiros (aqui sem aspas mesmo, pois parceria real não precisa disso), ao continuar a investir em seu ativo mais precioso que é a sua gente e ao agir de forma ainda mais responsável e proativa para reconstruir a economia, sem necessariamente se preocupar demais com a divulgação dos seus feitos nos meios mais tradicionais e nas redes sociais.

Acima de tudo isso, estas empresas, que não são necessariamente grandes em tamanho mas sim em grandiosidade, têm sido ainda mais leais e fiéis aos seus valores e acima de tudo à sua cultura e propósito de existência.

Sim, grandes e devastadoras crises como a da Covid 19 nos servem para mostrar que o “Novo Normal” também serviu para mostrar ao mercado o quanto as culturas e propósito de existência das nossas empresas são de fato reais ou se elas não são um mero posicionamento competitivo hipócrita que tanto se assemelha às sórdidas “fake news” e que só servem para adornar as paredes da empresa e as redes sociais.

Como sempre, ficarei muito feliz mesmo com seus comentários sobre tema tão fundamental especialmente ao universo corporativo e empreendedor.

E se você se identificou, fique absolutamente à vontade para compartilhar este texto com seus amigos e parceiros (os que de fato são parceiros). 😀

Obrigado pelo carinho e confiança de sempre!

José Ricardo Noronha | Paixão por Vendas


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Educação Corporativa em Vendas: josericardo@paixaoporvendas.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

Image by Wokandapix from Pixabay

Propósito, Missão, Visão e Valores

Propósito, Missão, Visão e Valores: conceitos desconectados em muitas marcas

Acho que você vai concordar comigo que nunca se falou tanto em Propósito, Missão, Visão e Valores quanto agora não é mesmo?

Propagandas de empresas, postagens de milhares de pessoas e de líderes nas redes sociais, livros, artigos e reportagens sobre isso, etc. Enfim, a impressão que eu tenho é de repente o mundo se viu ainda mais mergulhado na discussão destes temas. Mas, na minha visão foram, são e sempre serão os eixos centrais de construção de qualquer empresa, carreira e por que não dizer até de qualquer nação.

Conheça as soluções da Paixão por Vendas!

No entanto, o que se percebe é que ainda há um distanciamento gigantesco entre o que se fala e o que se faz. Principalmente em termos de conectar (de verdade!) a estratégia dos nossos negócios. Não há uma relação entre a execução cotidiana que envolve tarefas, processos e metas ao propósito, missão, visão e valores de existência de nossas companhias.

Aliás, vou ainda mais longe: o que boa parte das empresas realiza em seu cotidiano através das milhares e milhões de interações com seus clientes, fornecedores e sociedade como um todo está absolutamente desconectado da tão crucial “cultura organizacional” da própria empresa.

Exemplifico: muitas empresas se dizem “socialmente responsáveis” e visceralmente conectadas com a “construção de um mundo melhor”.

Mas, muitas destas mesmas empresas têm recorrido a práticas heterodoxas e condenáveis de gestão. Cito como exemplo, o trabalho escravo (ou análogo à escravidão). E também o desrespeito absoluto com o bem-estar e com o desenvolvimento profissional dos seus próprios funcionários. Não nos esqueçamos são o “cliente no 1” de qualquer empresa.

Há também de desrespeito até à própria privacidade dos seus clientes. O caso recente do Facebook com a Cambridge Analytica é mais um enorme alerta. Há uma crise de confiança estabelecida entre usuários e empresas.

Portanto, algo se percebe na prática. Muitas destas mesmas empresas com práticas no mínimo questionáveis nos aspectos ético e moral têm recorrido cada vez mais ao que vou aqui convencionar chamar de “Marketing do Propósito”. Uma ferramenta meticulosamente criada para ludibriar toda a sua cadeia de negócios.

Propósito, missão, visão e valores geram cultura empresarial vencedora

O bacana disso tudo é que neste mundo cada vez mais conectado e interligado. Já não é mais tão difícil discernir as empresas genuínas das “fakes”.

O mundo tem se debruçado com maior atenção às famigeradas “fake news”. Por isso, precisamos incrementar nossa percepção sobre as “fake companies”. Empresas que pelo objetivo maior de vender e prosperar a qualquer custo fazem o uso equivocado e malicioso dos tão cruciais propósito, missão, visão e valores. São estes que ao final do dia são os grandes responsáveis pela criação de uma “cultura empresarial vencedora”.

Ficarei muito feliz mesmo com seus comentários. As percepções sobre este importante tema do nosso fascinante mundo da gestão e das vendas são fundamentais.

Conheça as soluções da Paixão por Vendas!


Acompanhe-me nas redes sociais: Facebook | LinkedIn | Twitter | Instagram | YouTube

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Conheça a minha consultoria e as soluções de palestras e treinamentos: Paixão por Vendas

E-mail da minha equipe comercial: vendas@paixaoporvendas.com.br

Confira a incrível solução em EAD: Universidade das Vendas

marketing-3.0

Marketing 3.0: uma leitura imprescindível nestes tempos de mudança

Neste vídeo compartilho uma incrível dica de leitura: o livro “Marketing 3.0” do mestre Philip Kotler. Especialmente em tempos de mudanças aceleradas e crise aguda de confiança, nunca foi tão essencial quanto agora revisitar nossos valores, crenças e propósito. Curta, comente e compartilhe!


E surpreenda-se com a Universidade das Vendas: http://www.universidadedasvendas.com.br

Um grande abraço e ótimas vendas!

José Ricardo Noronha | www.paixaoporvendas.com.br

Caminho da Fé: Encontro com Deus e com si mesmo!

Acabo de retornar de uma das jornadas e experiências mais fascinantes da minha vida! Falo do Caminho da Fé (www.caminhodafe.com.br), que é uma peregrinação rumo ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida.

Na loucura e correria do nosso dia a dia, muitas vezes nos desconectamos com os verdadeiros princípios, valores e sonhos que norteiam nossas vidas. E de tempos em tempos, é fundamental nos presentearmos com este mimo tão maravilhoso, singelo e cada vez mais escasso que podemos aqui chamar de “um tempo para si mesmo”.

Em busca deste tempo de reflexão e gratidão a Deus parti com um grupo de amigos da minha querida São João da Boa Vista no Caminho da Fé rumo à Aparecida. Paisagens exuberantes, cidadezinhas absolutamente maravilhosas e momentos inesquecíveis com os amigos peregrinos convivem diariamente com as dores que afligem não apenas o corpo e músculos doloridos pela árdua caminhada mas também com as dores da alma que se culpa por deixarmos de valorizar as coisas que nos são de fato mais raras e valiosas face àquelas que equivocadamente são as mais valorizadas.

No Caminho da Fé aprendemos sobre a importância do desapego às coisas materiais e a valorizarmos os inúmeros presentes que Deus e a vida nos deram e nos dão todos os dias. A natureza absolutamente preciosa e que nos dá o alimento de todos os dias. Nossa família e nossos amigos que fazem do grande “filme” da nossa vida um “blockbuster” recheado de momentos de grande intensidade, aventura, comédia, drama e suspense como devem ser todos os grandes filmes. Nossa saúde, que por mais débil que possa estar ou possa ficar, nos faz humanos e nos dá a oportunidade incrível de viver esta efêmera passagem por esta Terra. A VIDA, que se apresenta como esta miríade de experiências, momentos e situações boas e outras nem tanto que forjam nosso caráter, personalidade, valores, princípios e sonhos.

E é exatamente sobre estes valores, princípios e sonhos que quero aqui falar com você e lhe apresentar alguns questionamentos importantes (dos quais nem eu mesmo me atrevo e sei se posso respondê-los integralmente):

  • Você vive uma vida 100% plena e o mais importante congruente com os seus princípios, valores, sonhos e missão de vida?
  • Você tem se dado o tempo que é necessário para a tão importante reflexão sobre sua vida e principalmente sobre os seus grandes sonhos e propósitos?
  • Você tem cuidado de forma adequada do seu espírito, conectando-se com Deus ou com as forças superiores em que acredita?
  • E o mais importante, você tem agradecido ao mundo, a Deus e a estas forças superiores pelo dom da vida e pela alegria e benção de estar vivo?

É, pode ser que o Caminho da Fé por mais extenso que possa hoje se apresentar (na versão mais distante que parte de São Carlos até Aparecida são 540 kms) possa não ser suficiente para lhe dar todas as respostas a tamanhas inquietudes. Mas o que eu posso muito humildemente lhe dizer é que ele irá lhe ajudar enormemente na busca de uma vida mais plena e lhe proverá de competências e habilidades maravilhosas que lhe permitirão responder de forma muito mais tranquila a cada uma das perguntas acima e a voltar para casa dando muito mais valor na sua família, aos seus amigos, à sua saúde e ao amor verdadeiro ao próximo.

Agradeça a Deus por tudo o que tem! Valorize cada pequena benção no seu dia! Peça e reze de forma genuína! E o mais importante de tudo: seja sempre muito feliz!!

Um grande abraço deste vendedor peregrino da Fé e peregrino da Vida que lhe indica com todas as forças esta jornada de conexão com Deus e com si mesmo!!!

José Ricardo Noronha

DSC06500

Você Vai Continuar
Torrando Dinheiro com
Treinamentos e Palestras?

Baixe agora o eBook rápido de alto impacto com
5 dicas preciosas para não torrar dinheiro com
treinamentos desconectados da sua realidade.

Você está a UM PASSO de baixar
seu exemplar do eBook!

Deixe seu nome e seu melhor e-mail
para receber o link de download.