Skip to main content
Captura de tela 2020-07-02 09.26.05

Vendas B2B: será que você tem trabalhado bem suas “minas de ouro”?

Em praticamente 100% dos nossos clientes na Paixão por Vendas | Universidade das Vendas temos batido já há muito tempo exaustivamente na tecla de que tão ou até mais importante que conquistar novos clientes, é dar ainda mais foco, atenção e carinho aos clientes já existentes.

E agora diante deste novo cenário muito mais desafiador de negócios onde por vezes e, talvez por muito tempo, não mais teremos a oportunidade de interagir com clientes e prospects “face to face”, será ainda mais importante revisitar as estratégias de vendas para que elas tenham maior orientação à base de clientes já existentes.

Aliás muitos dos nossos clientes já existentes são verdadeiras “minas de ouro”.

“Minas de ouro”, Zé ?

Sim, é isso mesmo! Ficou intrigado/a em entender melhor este conceito que pode provocar uma mudança substancial na sua forma de se relacionar com seus mercados?

Invista preciosos 8 minutos para uma aula de alto impacto em Vendas Consultivas de Alta Performance.

Gostou? Curta, comente e compartilhe! Boas Vendas!

José Ricardo Noronha | www.paixaoporvendas.com.br

Soluções Customizadas de Educação Corporativa em Vendas: entre em contato comigo através do e-mail josericardo@paixaoporvendas.com.br

Imagem de PublicDomainPictures por Pixabay

target-group-3460039_1920

Obsessão no Cliente: quem não tiver, vai morrer!

A semana que hoje chega ao seu final foi marcada pela incrível briga entre o Itaú e a XP. Aliás, muita gente pensou se tratar de um grande golpe de marketing, visto que o Itaú é detentor de nada menos que 46% das ações da XP.

Como não quero aqui entrar no âmbito se esta foi ou não uma “briga real” (eu acredito que seja!), eu quero chamar a sua atenção à fundamental necessidade de ter foco visceral nos seus clientes, pois ao final do dia, vencedoras serão as empresas que efetivamente se preocuparem de verdade em bem atender as necessidades, desejos e sonhos dos seus clientes e mercados alvo e as que idealmente tiverem genuína e verdadeira obsessão por encantar os seus clientes.

E esta tal “obsessão pelo cliente”- que não por acaso é um dos temas que mais temos trabalhado com gigantes nacionais e globais aqui na Paixão por Vendas – sejamos bastante sinceros ainda, está muito distante das estratégias de vendas e de posicionamento competitivo dos grandes bancos e também de outras empresas dos mais variados portes e indústrias.

Ainda que muitos bancos dizem terem sido “feitos para você” ou que questionem “o que podemos fazer por você hoje”, ao final do dia eles continuam com seus modelos antiquados e até repugnantes de vendas como os da “venda casada” onde eles só te liberam um empréstimo diante da aquisição de seguros e outras quinquilharias do gênero e o da oferta de “produtos de sorte” como os inacreditáveis Planos de Capitalização.

Diante disso tudo, é mais do que chegada a hora de pensarmos:

Será de verdade que nossas empresas são de verdade orientadas aos nossos clientes?

E será que o nosso discurso de vendas é mais orientado às nossas empresas ou aos reais desafios e necessidades dos nossos clientes?

Foi pensando nisso tudo que gravamos um vídeo de pouco mais de 6 minutos e que está repleto de insights e provocações positivas em torno da crucial importância de ter obsessão e foco mais do que genuínos em nossos clientes. Inspire-se:

 

É, como eu disse no meu vídeo e agora reforço: ou encanta, ou não cresce. Ou até melhor: ou encanta, ou deixa de existir!

Gostou do artigo e do vídeo? Ficarei muito feliz mesmo com seu feedback, comentários e com o compartilhamento com seus amigos que possam se beneficiar destes insights.

Um grande abraço e boas vendas para você!

José Ricardo Noronha | www.paixaoporvendas.com.br

Soluções Customizadas de Educação Corporativa em Vendas: entre em contato comigo através do e-mail josericardo@paixaoporvendas.com.br

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

innovation-561388_1920

3 maneiras de “inovar” sem reinventar a roda

Especialmente em tempos de pandemia, o termo “inovação” voltou a ganhar ainda mais destaque no mundo das vendas consultivas de alta performance.

De forma bastante prática, tenho uma visão bastante pragmática sobre inovação em vendas: inovar não significa necessariamente criar algo do nada.

Inovar em vendas tem muito mais a ver com a nossa capacidade de tomar riscos e testar coisas novas em nossos negócios, sempre tendo a atenção máxima na busca pela superação das expectativas dos nossos clientes.

Claro que falar isso é fácil! Difícil mesmo é executar!

Por isso mesmo e para te ajudar nesta tarefa tão crucial ao seu sucesso continuado em vendas, compartilho a partir de agora com você 3 dicas com viés 100% prático para inovar em suas vendas e relacionamentos corporativos:

1. Inove ao aprender coisas novas que te permitam melhorar seu relacionamento com seus clientes.

Ação Prática? Aprenda mais sobre Marketing de Conteúdo para entender como criar conteúdos que sejam relevantes, aderentes e úteis aos seus clientes e mercados alvo e que os atraiam para você e para a sua empresa.

2. Inove ao acelerar a transformação destes novos conhecimentos em ações práticas que te ajudem a majorar a percepção de valor que seus clientes têm a seu respeito.

Ação Prática? Busque se posicionar como uma autoridade em seu respectivo mercado ao intensificar a produção de conteúdos de alta relevância aos principais desafios que seus clientes têm enfrentado. O LinkedIn é a plataforma mais indicada para isso.

3. Inove ao revisitar a sua estratégia de vendas e ao se questionar junto com seus líderes e liderados se ela é fato orientada, centrada e obsessivamente focada no cliente ou se ela ainda privilegia uma visão mais de “de dentro para fora”, onde, por exemplo, novos produtos e soluções são criados sem qualquer correlação às necessidades já existentes e as ainda não consideradas pelos seus clientes e mercados alvo.

Ação Prática? Revisite imediatamente os seus materiais de apresentação e sua abordagem de vendas e questione-se duramente se tanto os seus materiais, folders, site etc quanto o seu discurso de vendas são mais orientados a você e a sua empresa ou aos seus clientes.

Nossa experiência na Paixão por Vendas ajudando as melhores e maiores empresas do Brasil e do mundo nos confirma que a maior parte delas acreditam que são bastante orientadas aos clientes, muito embora suas estratégias e abordagens de vendas sejam um tanto quanto focadas nelas próprias e nos seus respectivos “diferenciais competitivos”.

Inovar é isso! Não é necessariamente criar algo do “nada” e muito menos “reinventar a roda”.

E inovar agora não tem é mais apenas desejável. É imperativo para sobreviver e prosperar no novo mundo das vendas consultivas!

Como sempre ficarei mega honrado mesmo com seus comentários e insights sobre tema tão crucial ao incremento da nossa produtividade e performance.

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha | Paixão por Vendas


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Educação Corporativa em Vendas: josericardo@paixaoporvendas.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

Image by Michal Jarmoluk from Pixabay

person-writing-on-notebook-4144923

10 coisas legais que aconteceram durante a quarentena

✅ Ampliamos o tempo de qualidade ao lado de quem mais amamos;

✅ Aos que estão distantes dos pais, nunca nos comunicamos tanto com eles;

✅ Nos tornamos (finalmente!) mais espiritualizados, empáticos, humanos, sensíveis e compassivos;

✅ Aceleramos o nosso processo de transformação digital pessoal e das nossas empresas;

✅ Aumentamos (a quem é possível) nossas doações aos mais necessitados;

✅ Percebemos que é possível socializar e confraternizar tendo a tecnologia como meio de aproximação;

✅ Aumentamos a nossa consciência em torno da educação financeira e da importância de ter uma reserva de emergência pessoal e empresarial;

✅ Tivemos mais tempo para nos reconectar com nós mesmos e com os nossos grandes sonhos;

✅ Demos ainda mais valor às coisas essenciais e menos às futilidades e às relações superficiais;

✅ Percebemos que a despeito do poder e do dinheiro que somos todos vulneráveis.

E você, quais são as coisas positivas que incluiria nesta lista? Que Deus nos permita sair muito mais fortes, humanos e solidários disso tudo!

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha 


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

quality-control-1257235_1920

Em vendas consultivas, qualidade é ou não diferencial competitivo?

Em um dos mais profundos e reflexivos episódios do Podcast “PPV Show” eu te faço uma super provocação em torno do quanto a qualidade do seu produto ou do seu serviço é ou não um diferencial competitivo especialmente no mundo das vendas consultivas de alta performance.

Esteja com a cabeça aberta e se prepare para 20 minutos que podem (e vão) provocar uma verdadeira revolução na forma com que você tem abordado seus clientes e mercados alvo.

Clique aqui para ouvir no Apple Podcasts ou na plataforma de sua preferência (links logo abaixo) e reflita profundamente sobre tudo o que eu vou compartilhar com você.

Gostou? Curta, comente e compartilhe.

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha | www.paixãoporvendas.com.br | www.minimbadevendas.com.br


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Confira a incrível solução em EAD: Universidade das Vendas

Target audience, marketing segmentation, customers care, labour market, customer relationship management (CRM) and team building concepts.

Definição do Cliente Alvo: eis aqui a gênese do sucesso ou do fracasso de muitas empresas

Quanto mais aprofundamos conhecimentos sobre o cada vez mais desafiador e complexo mundo das vendas consultivas de alta performance, mais nos fica claro que um dos maiores e mais importantes fatores de sucesso ou de fracasso de empresas dos mais diversos portes e indústria está na sua capacidade ou incapacidade de bem definir quem é o “cliente alvo” ou “cliente ideal” que a empresa deve se dedicar.

Ainda que já tenhamos comprovações científicas e práticas das mais variadas e confiáveis fontes de que especialmente no mundo das vendas B2B as vendas de maior rentabilidade para as nossas empresas – e que consequentemente as que geram mais valor para os nossos mais importantes clientes – vêm de um grupo menor de clientes, muitos líderes ainda encontram uma enorme dificuldade de bem definir quem de fato são os clientes “target” para as suas empresas.

Quantas não são as empresas e líderes que conhecemos que cobram de suas equipes que partam para o “ataque” tendo por alvo todas e quaisquer empresas que possam absorver seus respectivos produtos, serviços e soluções. Ao fazer isso, eles estão incorrendo em um erro estratégico que pode simplesmente colocar toda a tão necessária boa execução da empresa em enorme risco, exatamente pela dificuldade de entendimento por parte das equipes de venda sobre quais são efetivamente os critérios e métricas que devem levar em consideração para a definição de eles irão concentrar seus melhores esforços, recursos e o seu cada vez mais precioso e raro tempo dedicado às crucias atividades de prospecção.

E este enorme desafio se acentua ainda mais quando falamos em empresas e empreendimentos de menor porte e pouco conhecidos, onde os empreendedores mesmo munidos de boas ideias e recursos financeiros acabam por ver suas estratégias não vingarem exatamente pela sua incapacidade de bem definir seus clientes chave antes mesmo de definir as melhores, mais eficazes e inteligentes formas de prospecção para seus negócios.

E só se pode falar em prospecção inteligente em vendas B2B quando se tem de forma cristalina na cabeça de todos os líderes e profissionais de vendas da empresa a definição clara de quem é e tão importante quanto, quem não é o cliente ideal da empresa.

Pare você mesmo e pense: quantos são os clientes que você tem aí em sua empresa com margens muito abaixo das consideradas ideais para a manutenção de uma relação “ganha ganha” e que só lhe têm sugado seu já escasso tempo, recursos e a sua energia.

E continuo aqui a lhe provocar: agora pare e pense quantos não são os seus bons clientes que você tem absoluta consciência de que eles ainda têm um enorme potencial a ser explorado em termos de incorporar novos produtos, serviços e soluções da sua empresa e que não o fazem exatamente em virtude do fato de você não ter o tempo tão necessário para se fazer mais presente no dia a dia destes bons clientes.

Não por acaso sempre dizemos tanto nos treinamentos da Paixão por Vendas quanto nos da PPV Law que “quando gastamos tempo no cliente errado, deixamos de investir tempo no cliente certo”. Outro ponto que sempre abordamos com nossos clientes, desde os gigantes globais até empresas nacionais de menor porte é a diferença fundamental que divide os compradores “transacionais” dos compradores “consultivos”. Se de um lado compradores transacionais têm uma visão de mais curto prazo, do lado dos compradores consultivos eles têm uma visão mais de longo prazo. Se do lado dos transacionais se percebe uma maior preocupação com o custo, do lado dos consultivos ainda há a busca pela majoração do valor que seus produtos e serviços podem trazer aos negócios deles.

Os brilhantes Professores Frank Cespedes (da prestigiada Universidade de Harvard e que inclusive foi meu Professor), James Dougherty e Ben Skinner III nos brindam com várias informações incrivelmente úteis à boa definição dos clientes alvo das nossas empresas em seu excelente artigo “How to identify the best customers for your business” (em tradução livre: “Como identificar os melhores clientes para o seu negócio”) publicado pelo MIT Sloan Management Review.

Para te ajudar a refletir ainda melhor sobre este assunto tão crucial e caro ao sucesso do seu negócio, eu compartilho um quadro construído a partir do artigo acima referido e que tenho certeza lhe será de enorme valia em suas discussões com seus pares, líderes e liderados para você promover uma profunda transformação em seu negócio sempre com foco visceral no incremento da produtividade, dos resultados e com uma visão clara de alta performance: clique aqui e baixe este quadro.

Portanto, se você é líder aí em sua empresa busque a partir de agora repensar sobre o “cliente alvo” da sua empresa, pois o sucesso ou fracasso do seu negócio está intimamente ligado a este ponto.

Como sempre, ficarei mega feliz mesmo em receber seu feedback e insights sobre este tema tão fundamental para o sucesso no mundo das vendas complexas.

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha | www.paixãoporvendas.com.br | www.minimbadevendas.com.br


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Confira a incrível solução em EAD: Universidade das Vendas

Changes Ahead , Road Warning Sign , 3d render

“Preparação extrema” e “aprender a aprender”: ou você investe nisso ou vai ficar para trás!

Mudanças aceleradas. Clientes exigentes, bem informados, empoderados, céticos e repletos de opções à sua frente. Concorrentes cada vez melhores e muito vezes mais agressivos. Novas e disruptivas tecnologias que se de um lado colaboram para o incremento da produtividade global, de outro provocam a perda de empregos em massa. Grandes líderes (searas pública e privada) cada vez mais questionados. Incertezas das mais variadas nos mais diversos mercados.

Receba as boas vindas ao “novo mundo dos negócios”. Um mundo muito mais incerto, desafiador, complexo e igualmente repleto de excelentes oportunidades aos profissionais e empresas bem preparados e que melhor e mais rapidamente se adaptarem à necessidade crescente do “aprender a aprender”.

Sim, “preparação extrema” e a capacidade singular de “aprender a aprender” são definitivamente dois dos componentes mais essenciais, requeridos e valorizados deste novo e imprevisível mundo.

Daí você pode parar e me dizer: Tudo bem Zé, faz sentido o que você aqui compartilha comigo? Mas o que isso impacta diretamente minhas vendas e minha carreira (seja ela dentro de uma empresa ou através do seu próprio empreendimento)?

Especialmente para nós vendedores e líderes de vendas que somos impactados diretamente por tantas mudanças, estas duas competências já são e serão cada vez mais exigidas pelo mercado. É isso mesmo, preparação e aprendizagem constante que nos diferenciem de tantos concorrentes já são exigências claras em inúmeros mercados com especial destaque no mundo das vendas consultivas de alta performance, onde o nível de competitividade extrema só fortalece dia a dia o poder do comprador e torna nossos clientes e potenciais clientes cada vez mais céticos e “ariscos” diante de vendedores despreparados e sem a capacidade singular de verdadeiramente liderar “conversas de valor”.

Portanto, de forma incrivelmente direta: se você não tem se preparado bem para cada uma das suas interações com seus clientes existentes e novos clientes (prospects) e não tem investido um tempo precioso para incorporar novos conhecimentos, novas técnicas e novas atitudes (e também para descartar conhecimentos e técnicas já ultrapassadas), você vai ficar para trás! Ou, o que é ainda pior: você já ficou para trás e nem se deu conta disso!

Portanto, minhas singelas “dicas de ouro” de hoje são:

1a dica: Invista de forma ainda mais vigorosa na “preparação extrema” para brilhar diante dos seus clientes e dos seus concorrentes. E por preparação extrema, entenda-se uma visão sistêmica sobre o seu mercado, seus concorrentes e principalmente sobre os desafios, necessidades e problemas que seus clientes e prospects têm enfrentado.

2a dica: Invista em você mesmo e não espere que ninguém faça isso em seu lugar. Se sua empresa não tem olhe oferecido bons treinamentos, busque você mesmo novas técnicas e conhecimentos. Aliás, no mundo incrivelmente conectado que hoje vivemos, absorver novos conhecimentos, técnicas e atitudes de vendas está muito mais facilitado através das boas ferramentas de educação a distância. Faça bom uso delas!

E surpreenda-se com a Universidade das Vendas, que já conta com mais de 20 cursos rápidos, objetivos e umbilicalmente ligados aos principais desafios que você tem enfrentado para vender mais e melhor neste mundo mais desafiador e repito: incrivelmente repleto de boas oportunidades aos profissionais e líderes bem preparados.

Que sua jornada de preparação e absorção de novos conhecimentos seja sempre fascinante!

E compartilhe logo abaixo suas impressões sobre este “novo mundo” e principalmente o que você tem feito para se manter relevante.

Um grande abraço e boas vendas!

José Ricardo Noronha | www.universidadedasvendas.com.br

HARA1418

Eu sou um “louco”! E decidi assumir isso publicamente!!

Eu sou um “Louco”!!

“Louco” por vários aspectos. Fui completamente “louco” quando no auge da minha carreira profissional eu decidi há exatos 4 anos pedir demissão de uma empresa realmente incrível e me lançar no super competitivo mundo dos treinamentos corporativos de vendas de alta performance. Lembro-me como fosse hoje da reação do meu ex-líder e hoje super amigo Antonio Pastor: “JR você é louco!!”.

Fui insanamente “louco” também ao estabelecer como um dos meus mais importantes objetivos e sonhos pessoais não o de ser o maior, mas sim ser o melhor treinador de vendas do mundo e o que mais faz a diferença na vida das pessoas! Aliás, tenho absoluta noção de que isso soou e ainda soa como arrogante e pretensioso para muito gente.

Fui completamente “louco” também por em muitos momentos desafiar o “status quo” (zona de conforto) de grandes líderes de vendas e treinamento ao defender a ideia de que era necessário fazer algo realmente diferente para impactar não apenas as vendas mas também as vidas dos seus profissionais.

E fui também absolutamente “louco” por acreditar que seria possível impactar as vendas e vidas de milhões de pessoas através de uma estratégia que conecta a paixão por ajudar e servir, com as melhores técnicas no nosso fascinante e cada vez mais desafiador mundo das vendas com a tão fundamental prática disciplinada que ao final do dia tem tanto impacto na construção de negócios e carreiras de maior sucesso. Técnica, prática e paixão juntos para mudar positivamente o mundo e dar dignidade e brilho à carreira de vendedores profissionais!!

Hoje ao fazer uma rápida revisão de tudo o que Deus me tem permitido realizar posso dizer que muitas das “loucuras” que sonhei lá atrás, já se tornaram realidade.

Treinar e capacitar profissionais e líderes de algumas das melhores e mais incríveis empresas do mundo ainda me parece um grande sonho.

Ter uma média de eventos sempre superior a 15 eventos por mês realmente me emociona muito quando estou sozinho e com minha grande parceira de vida que é minha esposa e penso em toda a nossa jornada de vida.

Ter lançado uma plataforma incrível de aprendizagem online de vendas (Universidade das Vendas) que já conta com mais de 20 cursos disponíveis e que é utilizada por profissionais e líderes de empresas realmente sensacionais me faz até incrédulo sobre o quanto temos o poder de transformar nossos sonhos em realidade (Walt Disney: obrigado por me inspirar todos os dias!!!).

WOW!! As lágrimas vêm aos olhos!!!

E tudo isso só me deixa ainda mais “louco” e ávido por impactar vendas, resultados, performances e vidas de centenas de empresas e de muitos milhões de profissionais!!

E vejo de forma incrivelmente cristalina que ainda estou no início de uma jornada realmente grandiosa e onde tenho que agradecer de coração aos líderes das empresas que tanto têm acreditado em mim e aos seus milhões de profissionais que me têm permitido aprender ainda mais sobre vendas e principalmente sobre a “vida”.

Como sempre digo e agora reforço: todos nós viemos ao mundo para fazer a diferença positiva na vida de ao menos uma pessoa. E quando temos a chance real de impactar a vida de mais pessoas, esta missão e propósito se tornam infinitamente mais grandiosos!!

Contem sempre comigo meus queridos amigos e recebam da forma mais carinhosa e humilde do mundo os meus mais sinceros agradecimentos por fazerem parte desta minha “loucura”.

Espero sempre poder ajudar, servir e compartilhar conhecimentos e histórias que nos permitam construir todos juntos um mundo melhor e um mundo onde os vendedores serão cada vez mais valorizados!!!

Que Deus nos ilumine hoje e sempre!

Aliás, espero que este “manifesto de loucura” lhe cause também a tão necessária reflexão sobre você. Se você não tem trabalhado com algo que realmente é apaixonado/a e que faça parte do seu mais importante propósito de vida repense imediatamente a sua vida e tenha a coragem tão necessária para fazer o seu grande sonho de vida virar realidade. Faça isso e não se importe com o incontável número de pessoas que vão lhe dizer que você é louco ou louca!!

Um grande abraço do seu amigo “louco” Zé

www.josericardonoronha.com.br | www.universidadedasvendas.com.br

Foto do amigo e craque: Hara Fotógrafo

business_10065807-1115-allint-1_L

Capacidade de gerar desconforto: a competência mais essencial dos profissionais de alta performance

Penso que você que lê este artigo e trabalha com vendas corporativas de alta performance vai concordar comigo que nunca vivemos tempos tão desafiadores como agora, não é mesmo?

Temos de um lado clientes cada vez mais exigentes, bem informados, sofisticados, frios em seus processos de compra e repletos de boas opções de produtos, serviços e soluções à sua frente.

De outro, temos concorrentes cada vez mais agressivos e que muitas vezes “topam” entrar na tão famigerada e perigosa “guerra de preços” que ao final do dia só atrapalha no tão vital processo de criação de empresas e negócios mais saudáveis, sustentáveis e com boas margens de rentabilidade.

Se você se identificou com o rápido cenário acima descrito, este provocante artigo é para você!

No mundo das vendas consultivas de alta performance, que não por acaso é um curso que tem impactado as vendas de muita gente no Instituto VendaMais, um dos elementos mais essenciais dos profissionais de grande destaque é exatamente a sua capacidade singular de desafiar o “status quo” dos seus clientes e potenciais clientes.

“Status quo”, de forma bastante resumida e simplificada, pode ser aqui traduzido por “zona de conforto”. Sim, muitos clientes e prospects não têm se movido dos lugares onde estão e poucos têm se arriscado mesmo diante de um mercado com mudanças tão acentuadas e aceleradas.

E este “conformismo” com a situação atual em que se encontram em muito se justifica pelo fato de se sentirem bastante confortáveis com os produtos, serviços e soluções que consomem em suas empresas e que a seus olhos “são satisfatórios e adequados” às demandas e necessidades de suas empresas. Conformismo também que se explica pela (me desculpem pela sinceridade) incompetência dos profissionais de vendas.

Pesquisas comprovam que apenas 10% dos vendedores B2B (entre empresas) conseguem comunicar a proposta de valor de suas empresas, o que faz com que 9 em cada 10 conversas que os clientes e prospects tenham conosco não tenham sequer gerado neles um interesse maior em entender melhor o posicionamentos, atributos, características e benefícios das nossas soluções.

E o que ainda pior, muitas empresas e executivos não têm se movido com a velocidade que o mercado exige por não terem encontrado à sua frente profissionais de vendas que os tenham provocado e gerado neles o tão essencial desconforto que os faça pensar sobre necessidades e desafios ainda não considerados.

Como é que é Zé?

Necessidades e desafios ainda não considerados! Sim, é isso mesmo.

Para gerar desconforto, os profissionais de vendas de alta performance precisam ter a capacidade singular de entender profundamente o negócio dos seus clientes e públicos alvo para enxergar oportunidades de vendas que estejam de fato alinhadas às necessidades e desafios que sequer foram ainda identificados pelos clientes e prospects.

A partir da detecção destas necessidades e desafios ainda não considerados pelos próprios clientes, é chegada a hora de compartilhar com eles insights e informações preciosas e relevantes que os façam entender que os produtos, serviços e soluções que temos em nossos respectivos portfólios se encaixam perfeitamente neste cenário e o que provocará neles o desejo de nos ouvirem com maior atenção e consideração à proposta de valor das nossas empresas.

Processos complexos sim, mas perfeitamente possíveis!!

Vender mais e melhor no cada vez mais complexo mundo das vendas consultivas de alta performance será tarefa cada vez mais árdua e somente possível aos profissionais incrivelmente bem preparados.
Se você quer fazer parte deste seleto grupo busque se aprofundar mais sobre as melhores e mais comprovadas técnicas de vendas específicas para vendas de alta complexidade.

Surpreenda-se com o Curso de Vendas Consultivas de Alta Performance que foi criado por mim e pelo meu amigo e parceiro Raul Candeloro com um propósito absolutamente claro: ajudar e servir profissionais de vendas consultivas a se tornarem campeões de vendas!

Estamos certos que este fascinante Curso vai minimamente te incomodar bastante e te dar condições muito melhores de provocar e desafiar o “status quo” dos seus clientes!

Nos vemos no VCAP!!

Abraços!

José Ricardo Noronha | www.paixaoporvendas.com.br

Você Vai Continuar
Torrando Dinheiro com
Treinamentos e Palestras?

Baixe agora o eBook rápido de alto impacto com
5 dicas preciosas para não torrar dinheiro com
treinamentos desconectados da sua realidade.

Você está a UM PASSO de baixar
seu exemplar do eBook!

Deixe seu nome e seu melhor e-mail
para receber o link de download.