Skip to main content
Captura de tela 2020-07-02 09.26.05

Vendas B2B: será que você tem trabalhado bem suas “minas de ouro”?

Em praticamente 100% dos nossos clientes na Paixão por Vendas | Universidade das Vendas temos batido já há muito tempo exaustivamente na tecla de que tão ou até mais importante que conquistar novos clientes, é dar ainda mais foco, atenção e carinho aos clientes já existentes.

E agora diante deste novo cenário muito mais desafiador de negócios onde por vezes e, talvez por muito tempo, não mais teremos a oportunidade de interagir com clientes e prospects “face to face”, será ainda mais importante revisitar as estratégias de vendas para que elas tenham maior orientação à base de clientes já existentes.

Aliás muitos dos nossos clientes já existentes são verdadeiras “minas de ouro”.

“Minas de ouro”, Zé ?

Sim, é isso mesmo! Ficou intrigado/a em entender melhor este conceito que pode provocar uma mudança substancial na sua forma de se relacionar com seus mercados?

Invista preciosos 8 minutos para uma aula de alto impacto em Vendas Consultivas de Alta Performance.

Gostou? Curta, comente e compartilhe! Boas Vendas!

José Ricardo Noronha | www.paixaoporvendas.com.br

Soluções Customizadas de Educação Corporativa em Vendas: entre em contato comigo através do e-mail josericardo@paixaoporvendas.com.br

Imagem de PublicDomainPictures por Pixabay

fake-2355686_1920

O “Novo Normal”​ e o “Checklist da Hipocrisia”​

Faltam poucos dias para chegarmos à triste e histórica marca do 120o dia da data em que tivemos o 1o caso de Covid no Brasil.

De lá para cá, muita coisa mudou. Vimos muitos negócios e pessoas se reinventarem. Por outro lado, temos visto muita gente sofrer e quebrar. E vimos também o crescimento “exponencial” (e dá-lhe “Buzzwords“) da transformação digital e da hipocrisia.

Sim, o artigo de hoje é polêmico e se propõe a listar algumas ações hipócritas que muitas empresas têm adotado desde o início da pandemia:

✅ Hipocrisia 1: Grandes bancos têm investido verdadeiras fortunas para propagandear seus incríveis feitos para ajudar a reerguer a economia.

❌ Realidade: Muita gente que precisa dos grandes bancos seja para capital de giro e/ou financiamentos e auxílios dos mais diversos têm, por vezes, enfrentado torneiras secas e/ou juros extorsivos diante de uma economia claudicante e com juros reais próximos de zero.

✅ Hipocrisia 2: Grandes empresas têm feito um trabalho magnífico de marketing ao propagandear que têm crescido e contratado no meio da crise.

❌ Realidade: Várias delas romperam unilateralmente inúmeros contratos com seus “parceiros”, sendo que muitos deles têm quebrado tamanha a exposição e até dependência que tinham destas grandes empresas. A justificativa para o rompimento contratual é quase sempre a mesma: preservação de empregos e redução drástica das receitas. Mas peraí, elas não dizem nas redes sociais que estão crescendo? Vai entender …

Que fique claro: não se pode generalizar! Muito ao contrário!

As “grandes” empresas de verdade têm agido de forma impecável durante a pandemia ao não demitir, ao respeitar seus contratos com seus parceiros (aqui sem aspas mesmo, pois parceria real não precisa disso), ao continuar a investir em seu ativo mais precioso que é a sua gente e ao agir de forma ainda mais responsável e proativa para reconstruir a economia, sem necessariamente se preocupar demais com a divulgação dos seus feitos nos meios mais tradicionais e nas redes sociais.

Acima de tudo isso, estas empresas, que não são necessariamente grandes em tamanho mas sim em grandiosidade, têm sido ainda mais leais e fiéis aos seus valores e acima de tudo à sua cultura e propósito de existência.

Sim, grandes e devastadoras crises como a da Covid 19 nos servem para mostrar que o “Novo Normal” também serviu para mostrar ao mercado o quanto as culturas e propósito de existência das nossas empresas são de fato reais ou se elas não são um mero posicionamento competitivo hipócrita que tanto se assemelha às sórdidas “fake news” e que só servem para adornar as paredes da empresa e as redes sociais.

Como sempre, ficarei muito feliz mesmo com seus comentários sobre tema tão fundamental especialmente ao universo corporativo e empreendedor.

E se você se identificou, fique absolutamente à vontade para compartilhar este texto com seus amigos e parceiros (os que de fato são parceiros). 😀

Obrigado pelo carinho e confiança de sempre!

José Ricardo Noronha | Paixão por Vendas


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Educação Corporativa em Vendas: josericardo@paixaoporvendas.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

Image by Wokandapix from Pixabay

innovation-561388_1920

3 maneiras de “inovar” sem reinventar a roda

Especialmente em tempos de pandemia, o termo “inovação” voltou a ganhar ainda mais destaque no mundo das vendas consultivas de alta performance.

De forma bastante prática, tenho uma visão bastante pragmática sobre inovação em vendas: inovar não significa necessariamente criar algo do nada.

Inovar em vendas tem muito mais a ver com a nossa capacidade de tomar riscos e testar coisas novas em nossos negócios, sempre tendo a atenção máxima na busca pela superação das expectativas dos nossos clientes.

Claro que falar isso é fácil! Difícil mesmo é executar!

Por isso mesmo e para te ajudar nesta tarefa tão crucial ao seu sucesso continuado em vendas, compartilho a partir de agora com você 3 dicas com viés 100% prático para inovar em suas vendas e relacionamentos corporativos:

1. Inove ao aprender coisas novas que te permitam melhorar seu relacionamento com seus clientes.

Ação Prática? Aprenda mais sobre Marketing de Conteúdo para entender como criar conteúdos que sejam relevantes, aderentes e úteis aos seus clientes e mercados alvo e que os atraiam para você e para a sua empresa.

2. Inove ao acelerar a transformação destes novos conhecimentos em ações práticas que te ajudem a majorar a percepção de valor que seus clientes têm a seu respeito.

Ação Prática? Busque se posicionar como uma autoridade em seu respectivo mercado ao intensificar a produção de conteúdos de alta relevância aos principais desafios que seus clientes têm enfrentado. O LinkedIn é a plataforma mais indicada para isso.

3. Inove ao revisitar a sua estratégia de vendas e ao se questionar junto com seus líderes e liderados se ela é fato orientada, centrada e obsessivamente focada no cliente ou se ela ainda privilegia uma visão mais de “de dentro para fora”, onde, por exemplo, novos produtos e soluções são criados sem qualquer correlação às necessidades já existentes e as ainda não consideradas pelos seus clientes e mercados alvo.

Ação Prática? Revisite imediatamente os seus materiais de apresentação e sua abordagem de vendas e questione-se duramente se tanto os seus materiais, folders, site etc quanto o seu discurso de vendas são mais orientados a você e a sua empresa ou aos seus clientes.

Nossa experiência na Paixão por Vendas ajudando as melhores e maiores empresas do Brasil e do mundo nos confirma que a maior parte delas acreditam que são bastante orientadas aos clientes, muito embora suas estratégias e abordagens de vendas sejam um tanto quanto focadas nelas próprias e nos seus respectivos “diferenciais competitivos”.

Inovar é isso! Não é necessariamente criar algo do “nada” e muito menos “reinventar a roda”.

E inovar agora não tem é mais apenas desejável. É imperativo para sobreviver e prosperar no novo mundo das vendas consultivas!

Como sempre ficarei mega honrado mesmo com seus comentários e insights sobre tema tão crucial ao incremento da nossa produtividade e performance.

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha | Paixão por Vendas


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Educação Corporativa em Vendas: josericardo@paixaoporvendas.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

Image by Michal Jarmoluk from Pixabay

business_10065807-1115-allint-1_L

Treinamento Corporativo não é um evento. É um processo!

E especialmente neste “Novo Normal”, será ainda mais fundamental focar os melhores esforços e energias na construção de Programas que estejam 100% conectados, e que sejam imediatamente aplicáveis, aos reais desafios enfrentados pelos nossos profissionais e líderes de vendas.

Na Paixão por Vendas | Universidade das Vendas, temos feito isso com algumas das maiores e melhores empresas nacionais e globais sempre tendo por foco estratégico o incremento da performance, da produtividade e dos resultados de vendas.

Se você é líder de RH, Treinamento, Vendas e Marketing em sua empresa, nós te recomendamos fortemente investir no “upskilling” (aprimorar os conhecimentos e técnicas já existentes), no “reskilling” (incorporar novas técnicas, habilidades e conhecimentos) dos seus profissionais e a fomentar uma cultura de aprendizagem contínua (“lifelong learning“).

Busque sempre também pensar na jornada de aprendizagem dos seus profissionais que em nossa visão precisa contemplar estas 3 fases: Antes | Durante | Depois (talvez a sugestão neste PDF possa te ajudar e te inspirar). Clique aqui para baixar este PDF.

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha 


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

Captura de tela 2020-06-09 08.57.51

Esqueça o “Foco no Cliente”. Agora é “Obsessão no Cliente”!

A trágica pandemia global da Covid 19 acelerou uma série de importantes transformações em nossas empresas, nações e vidas.

A transformação digital que potencialmente demoraria anos para chegar ao estágio onde estamos hoje virou realidade em menos de 2 meses.

A transformação radical nas formas de trabalho com o aumento do “home office” também surpreende.

A transformação educacional em muito impulsionada pela Educação a Distância é outra realidade que demoramos décadas para absorver.

E no mundo dos negócios? A transformação se deu em muito impulsionada pela sobrevivência em um 1o momento e pelo fortalecimento e reinvenção em um momento posterior. E esta transformação precisa ser impulsionada pela obsessão em nossos clientes e mercados alvo.

É sobre “Obsessão no Cliente” que falo neste vídeo que faz parte de uma coleção de cursos online que acabamos de lançar para o mercado corporativo: “Como sobreviver e prosperar em Vendas Consultivas no Novo Normal”.

Confira, surpreenda-se, comente e compartilhe! Quer conhecer a coleção? Me mande uma mensagem!

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha 


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

 

person-writing-on-notebook-4144923

Preferências de aprendizagem na Educação Corporativa

No final do mês passado rodamos uma pesquisa no LinkedIn sobre as preferências de aprendizagem neste “Novo Normal” que já vivemos.

Os resultados abaixo nos ajudam a entender a aceleração da curva de adoção da Educação a Distância nos ambientes corporativos e nos convidam a refletir sobre quais são as melhores e mais eficazes formas de levar Educação de alta qualidade e eficácia aos nossos profissionais.

Como sempre, ficarei muito feliz e honrado mesmo com seus comentários sobre tema tão crucial ao incremento da produtividade, performance e resultados de vendas das nossas empresas.

Pesquisa-Maio_EAD-vs-Presencial_Maio-de-2020 (1)

Um grande abraço!

José Ricardo Noronha 


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

learn-3653430_1920

A Educação Corporativa Presencial vai deixar de existir?

Wow!! Quanta coisa mudou em tão pouco tempo não é mesmo?

Vimos e vivemos ao longo das últimas semanas – além das catástrofes humana e econômica provocadas pela pandemia da Covid 19 – um importante fenômeno marcado pela acelerada curva de adoção de novos hábitos, onde merecem grande destaque o crescimento vertiginoso do “home office” e da aprendizagem a distância.

E quanto falamos em Educação, praticamente do dia para a noite vimos milhões de alunos e professores tendo que rapidamente se adaptar ao chamado “Novo Normal”, onde a tecnologia que já ocupava um lugar crescente de destaque nos mundos educacional e corporativo, se transformou no mais importante e onipresente meio de transmissão e compartilhamento de conhecimentos.

Se nas escolas dos nossos filhos esta curva de transformação digital já tinha sido bastante acelerada (ainda que com inúmeras falhas e gaps ainda mais significativos quando tratamos da educação pública), esta mesma rapidez de “transformação digital” também se deu no mundo do treinamento corporativo.

Praticamente todas as empresas, especialmente aquelas que têm programas mais estruturados de treinamento e capacitação dos seus profissionais, rapidamente se adaptaram a este novo mundo em que já vivemos e passaram a treinar seus profissionais via EAD (Educação a Distância).

E diante disso tudo, surge um importante questionamento: será que o treinamento presencial no mundo corporativo está fadado a deixar de existir?

Não tenho o desejo e nem a pretensão de lançar análises proféticas por aqui. No entanto, com a experiência de quase 25 anos dedicados à Educação Corporativa, quero aqui listar 5 fatores que me fazem acreditar que a Educação Corporativa presencial nunca mais será a mesma depois da Covid 19 e que ela vai perder um espaço muito significativo nas empresas – especialmente em uma visão de curto e médio prazos:

1. O fator “Investimento”: o elevadíssimo custo dos eventos presenciais que incluem passagens aéreas, hospedagem e despesas de locomoção não mais se justificará especialmente diante de orçamentos muito mais enxutos e racionais.

2. O fator “Risco“: os riscos associados ao perigo de expor os profissionais em aglomerações nos próprios eventos e aeroportos compõem outro fator muito significativo a ser considerado pelas empresas, que terão regras de “compliance” de RH ainda mais vigorosas no que diz respeito ao cuidado com a saúde e bem estar dos seus próprios profissionais;

3. O fator “Efetividade”: os treinamentos online têm sido tão ou até mais bem avaliados do que os treinamentos presenciais, muito em virtude do seu foco mais acentuado nas competências e técnicas que efetivamente precisam ser desenvolvidas e transformadas em ações práticas versus o foco excessivamente motivacional e pouco prático de inúmeros “treinamentos” presenciais;

4. O fator “Experiência“: a flexibilidade e a conveniência da Educação a Distância serão elementos ainda mais apreciados pelos profissionais nestes novos tempos onde, na maioria dos casos, estamos trabalhando muito mais e ao mesmo tempo precisando incrementar uma série de novos conhecimentos de forma ainda mais célere, fazendo com que as pessoas deem ainda mais valor à maior autonomia e liberdade de estudar nos momentos que mais lhes forem apropriados.

5. O fator “Velocidade“: diante do mundo cada vez mais volátil, incerto, complexo, ambíguo e agora também”insano” e “imprevisível” (VUCAI), as empresas precisarão de forma ainda mais ágil investir no “upskilling” (aprimorar os conhecimentos e técnicas já existentes) e principalmente no “reskilling” (incorporar novas e cruciais competências, habilidades e técnicas) ao arsenal dos seus profissionais, idealmente com foco em transformá-los em aprendizes eternos (outro conceito essencial que agora ficará ainda mais em voga: o “lifelong learning“).

São 5 fatores bastante significativos que dão suporte a esta migração dos modelos mais tradicionais presenciais para o modelo a distância: Investimento, Risco, Efetividade, Experiência e Velocidade.

Ou seja, estamos diante de um cenário completamente novo, onde a Educação a Distância no mercado corporativo irá desempenhar um papel de maior protagonismo no processo de transformação positiva das empresas e dos seus profissionais.

E antes de você, que é super fã do treinamento presencial, ficar chateado/a comigo, eu quero te dizer que para nós da Paixão por Vendas, este processo de transformação tem sido incrivelmente desafiador, pois até o mês de Fevereiro de 2020, aproximadamente 80% das nossas receitas vinham da Educação Presencial.

Ou seja, fomos atingidos em cheio pela Covid 19 e fomos “forçados” a dar literalmente um cavalo de pau em nossa estratégia para viabilizar um novo posicionamento competitivo onde o principal “meio” de transmissão de conhecimentos e técnicas de vendas passou a ser o meio tecnológico.

E fica aqui esta importante reflexão:

Muito mais importante do que ficarmos discutindo preferências em torno da Educação Presencial ou da Educação a Distância, é discutirmos quais são os meios mais efetivos para bem equiparmos os nossos profissionais com as novas competências, habilidades e conhecimentos que serão exigidos neste “Novo Normal” e onde hoje o meio tecnológico desponta como o mais eficaz de todos.

Que tenhamos a coragem de mudar e de nos adaptar rapidamente a este novo cenário.

Como sempre, ficarei muito feliz e honrado (mesmo!) com seus comentários, contribuições, críticas e insights sobre como nós profissionais da Educação Corporativa podemos assumir um papel de ainda mais protagonismo na construção de empresas mais robustas e preparadas para prosperar neste novo e incrivelmente desafiador mundo em que vivemos!

Um grande abraço!

José Ricardo Noronha 


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

Image by Gerd Altmann from Pixabay

coronavirus-4937226_1920

Quarentena: é hora de assumirmos maior protagonismo!

Já são quase 2 meses de quarentena, onde do dia para a noite nos vimos impossibilitados de dar sequência à nossa até então chamada “vida normal”.

De lá para cá, muita coisa mudou! Aprendemos, em muitos casos, que é perfeitamente possível trabalhar e ser ainda mais produtivo/a em casa (o famoso “home office“) e que o ensino a distância (sem crase!) quando bem aplicado, seja no mundo acadêmico ou no mundo profissional, gera excelentes resultados e impulsiona a performance e a produtividade de pessoas e empresas.

Aprendemos também que pode ser muito prazeroso incorporar novas habilidades para cuidarmos bem de nossas casas e principalmente de quem conosco vive.

Aprendemos que uma sociedade séria precisa ter maior respeito aos mais idosos e portanto mais vulneráveis.

Reaprendemos o sentido da compaixão, pois se a situação já é difícil para nós, ela é ainda pior e muitas vezes catastrófica para tanta gente que vive com tão pouco.

Tempos difíceis. Tempos duros. Tempos em que nos vimos dominados pelo medo e pela tragédia do número de mortos no Brasil que só faz crescer e onde para muitos paradoxalmente a preocupação maior é em salvar CNPJ’s ao invés de salvar CPF’s.

Tempos estranhos, onde ficamos literalmente sem ação e sem palavras diante da insensatez, desfaçatez e da absoluta falta de liderança de muitos dos nossos principais homens públicos que sequer são merecedores de serem chamados de “líderes”.

Tempos complexos, onde o hiato de lideranças no mundo todo ficou mais cristalino, pois no olho do furacão nos vimos ainda envoltos em discussões completamente despropositadas sobre ideologias, crises políticas e defesas despropositadas de posicionamentos e preferências político-partidárias-ideológicas, quando na verdade deveríamos estar todos – como país e como mundo – ainda mais unidos em torno da busca de soluções que possam, de um lado, achatar o acelerado crescimento das curvas de contaminação e, de outro, mitigar o sofrimento extremo causado pela crise econômica que aflige principalmente as classes menos favorecidas.

Tempos de transformação, onde em uma velocidade tão grande quanto a infeliz curva de crescimento desta pandemia, vimos a sociedade civil se organizar para prestar auxílio aos mais necessitados e onde também temos visto empresas e empreendedores tendo a coragem de promover mudanças radicais em seus próprios negócios como uma forma de sobreviver e porque não dizer renascer diante de um período tão sombrio da nossa história.

Que esta crise severa e sem precedentes em vários âmbitos – saúde, política, econômica e social – nos faça refletir profundamente sobre o tamanho da responsabilidade que carregamos em nossos ombros!

Sim, você que tanto sempre me prestigia com seu carinho e confiança, leu corretamente!

Precisamos nos certificar nestes tempos onde não podemos esperar muito dos nossos homens públicos, que a nossa responsabilidade de agirmos como “agentes de mudança” cresce enormemente.

Posso dizer com bastante convicção que a maioria das pessoas que vai ler este artigo têm condições de ajudar o próximo, seja através de doações, seja através de outras diversas formas de auxílio onde, por exemplo, se pode citar uma palavra amiga e um gesto carinhoso àquele ou àquela amigo/a que perdeu o emprego e que está muitas vezes desesperado/a diante do cenário de absoluta imprevisibilidade que nos cerca.

Se você tem a possibilidade de ajudar com recursos financeiros, o faça!

Se não tem, pense em outras formas de ajudar, pois eu tenho certeza de que um dos maiores aprendizados que todos tivemos nesta pandemia é sobre o quanto podemos oferecer de “esperança” aos nossos amigos, familiares e comunidades mais próximas. E o que é ainda mais legal: o quão bem nos sentimos quando nos doamos de fato a ajudar alguém que tanto precisa da gente!

É hora de transformar radicalmente a forma com que nos relacionamos com o mundo! É hora de ajudar! É hora de estender a mão a quem tanto precisa!

É hora de assumirmos ainda maior protagonismo como quem de fato ajuda o próximo sem nada querer em troca!

E se precisar de inspiração sobre quem ajudar, eu recomendo fortemente que você “adote” uma criança da Comunidade de Amor Rainha Paz.

Clique aqui e assista ao vídeo logo abaixo para conhecer mais sobre este maravilhoso projeto.

 

Que Deus nos ilumine! Hoje e sempre!

Se, de alguma forma, você se identificou com o artigo de hoje, por favor compartilhe-o para impulsionarmos outras pessoas que possam também ajudar!

José Ricardo Noronha

Image by congerdesign from Pixabay

Feed

Desafio em Vendas Consultivas: Comprar x Vender?

Você sabe qual é o ciclo de compra do cliente em vendas consultivas?

Por que isso pode se tornar o passo mais importante e desafiador no seu processo de vendas?

Neste vídeo, eu e o meu sócio Bruno Strunz compartilhamos boas dicas de vendas para você entender como descobrir o ciclo de compra do seu cliente.

No mundo das vendas B2B é necessário ter a técnica. Vender acreditando apenas no talento ou no feeling do vendedor, não trará resultados satisfatórios em vendas.

Assista ao vídeo, compartilhe com sua equipe, curta o vídeo e comente!

Que Deus nos ilumine hoje e sempre!

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha | Um “Vendedor” com o maior orgulho do mundo!


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

Capa Curso Venda mais em menos tempo

O “aluno fracassado” virou “professor premiado”

Eu preciso já lhe dizer que escrevo este artigo com muitas lágrimas no rosto!

Cheguei em São Paulo há pouco mais de 30 anos. Na bagagem do franzino jovem da pacata e incrível São João da Boa Vista – onde cheguei a ser “usado” no Colégio onde estudava como “exemplo claro de fracasso no futuro” – , além de muita vontade de trabalhar, muitos – mas muitos! – sonhos mesmo! Um deles? Virar alto executivo. 🙂

Os primeiros 7 anos em São Paulo foram muito bacanas. Eis que a empresa que eu trabalhava quebrou e eu quebrei com ela. Diante disso, me vi forçado a buscar novas alternativas que literalmente não me deixassem passar fome. Foi aí que virei vendedor, ou melhor, representante comercial. E frise-se: por absoluta necessidade e sem nunca ter vendido absolutamente nada até então em toda a minha vida!

O início em vendas foi frustrante e apaixonante ao mesmo tempo. Eu falava muito, ouvia pouco e ainda achava que estava abafando. Conhece algum vendedor assim??

O resultado disso tudo? Vendas pífias nos primeiros meses e anos. E foi a partir daí, já apaixonado pela área de vendas, que comecei a estudar. Ou melhor, foi a partir daí que comecei a estudar muito!

Aos poucos, fui – com muito trabalho, com muito estudo e muita superação – crescendo aos trancos e barrancos sempre tendo ao lado a figura super forte e parceira da minha amada esposa que comigo passou poucas e boas que só nós dois sabemos, não é mesmo amor?

De representante comercial virei vendedor de uma multinacional que é hoje uma gigante no mundo da Educação Digital. Lá com os bons resultados construídos, virei gerente. De lá, fui contratado por outra empresa global também de Educação Digital que chegava ao Brasil para liderar sua área comercial.

Ao longo da quase década que lá fiquei, consegui ao lado de uma equipe super competente e visceralmente comprometida transformar a operação brasileira na maior operação do mundo. Com estes bons resultados, virei Diretor da empresa no Brasil. Tempos depois, a empresa foi comprada pelo maior grupo de Educação do mundo em uma operação multimilionária.

Eis que no auge de uma carreira consolidada em vendas, tomei a decisão de que era hora de transformar o grande sonho de empreender em realidade. Pedi demissão no auge da carreira e decidi virar empresário no mesmo setor que me dediquei quase que a vida inteira: o da Educação. Decidi que era a hora de virar “Professor de Vendas” e compartilhar a minha jornada de quase 2 décadas dedicadas única e exclusivamente à área comercial com muita gente.

Foi uma decisão abençoada por Deus! Vários dos clientes que já me conheciam me contrataram sob a seguinte premissa: “se você for tão bom para ensinar vendas quanto era para vender, você irá nos ajudar e muito“. E foi exatamente isso o que aconteceu. Virei Professor de Vendas de algumas das maiores e mais incríveis empresas do Brasil e do mundo, sendo que algumas delas já fizeram mais de 100 treinamentos conosco!

Virei também Professor de MBA da FIA Business School, uma das melhores escolas de negócios do mundo e onde tenho recebido incontáveis prêmios de “Excelência Didática em Educação Corporativa”.

E caminho para o final deste longo texto com os olhos ainda marejados ao receber hoje em primeira mão alguns dos mais de 10 cursos que já gravei em parceria com os queridos amigos do UOL EdTech, a maior empresa brasileira especializada em EAD – Experiências de Aprendizagem Digital, onde desenvolvemos em conjunto a mais completa coleção de cursos online de vendas para o mercado corporativo: a nossa querida “Sales Academy” que faz parte dos Cursos Sapiência 2022.

Ao assistir aos cursos, lembrei-me como se fosse hoje, dos muitos momentos que nos faltou tudo, menos a fé inquebrantável em Deus. Lembrei-me por exemplo de quando eu e minha esposa chorávamos juntos por não poder pagar as tantas contas que tínhamos à nossa frente e das incontáveis vezes que sequer tínhamos dinheiro para pegar o ônibus circular que nos levava do nosso apartamento até à Praça da República para que ali chegássemos ao nosso modesto escritório na Rua Barão de Itapetininga.

Lembrei-me também da chegada das nossas filhas, que são definitivamente os maiores presentes de Deus em nossas vidas!

As lágrimas escorrem pelo rosto agora mais assustado e apreensivo diante de tudo o que está acontecendo no mundo! O mesmo rosto que sempre se mostrou – mesmo nos momentos de dificuldades aparentemente intransponíveis – confiante de que ao final de tudo, tudo dará certo!

E lembre-se sempre que a despeito do que muitos vão falar de você e contra você que, ao final do dia, você é de fato o dono e a dona da sua história e que a sua história de sucesso passa necessariamente por uma combinação de muito trabalho, com muito estudo, com muita prática, com a paixão visceral pelo que você faz, com a sua vontade de impactar positivamente o mundo e com a tão crucial gratidão a Deus e pelas pessoas que te ajudaram em sua jornada!

Obrigado por me permitir de alguma forma te ajudar e te servir! Obrigado aos amigos do UOL EdTech por sempre confiarem tanto em mim!

Ah, confira o “teaser” de um dos mais de 10 cursos já gravados e entenda o porquê das lágrimas!

E se quiser conhecer mais sobre estes cursos para levá-los aí para a sua empresa, entre em contato comigo!

Que Deus nos ilumine hoje e sempre!

Boas Vendas!

José Ricardo Noronha | Um “Vendedor” com o maior orgulho do mundo!


Acompanhe-me nas redes sociais:  LinkedIn | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Podcast “Paixão por Vendas Show”: Spotify | Soundcloud | Apple Podcasts | Deezer

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Palestras e Treinamentos Memoráveis: vendas@josericardonoronha.com.br

Soluções de Treinamento para o Mercado Jurídico: www.ppvlaw.com.br

Mini MBA de Vendas (um treinamento transformador que tem transformado as vendas e vidas de muita gente): www.minimbadevendas.com.br

Você Vai Continuar
Torrando Dinheiro com
Treinamentos e Palestras?

Baixe agora o eBook rápido de alto impacto com
5 dicas preciosas para não torrar dinheiro com
treinamentos desconectados da sua realidade.

Você está a UM PASSO de baixar
seu exemplar do eBook!

Deixe seu nome e seu melhor e-mail
para receber o link de download.