Skip to main content
educação

Educação: o elemento essencial de construção de carreiras, empresas e países de grande sucesso!

A educação pode transformar a história de um país e gerar inúmeras oportunidades. Nestes tempos de mudanças disruptivas e até alarmantes em torno da Revolução Industrial 4.0, a edição especial da revista Exame, de maio de 2018, nos brinda com uma excelente e inspiradora reportagem. A matéria mostra o impressionante crescimento da Irlanda ao longo das últimas décadas. Dá ênfase à importância fundamental no investimento vigoroso e consciente em seus cidadãos e do empreendedorismo local.

Crescimento que se baseia em alguns dos pilares mais essenciais à construção de carreiras, empresas e nações de grande sucesso. E certamente o pilar mais importante dentre os muitos que foram abordados na reportagem e que será o tema central deste artigo é a Educação.

E quando falo em Educação, falo principalmente na Educação que privilegia a qualidade em detrimento à quantidade. Muito embora o Brasil tenha evoluído no quesito “quantidade”, não se pôde perceber o real impacto disso no aumento da produtividade do trabalhador médio brasileiro.

Mas voltemos à Irlanda! De um país que já foi considerado o mais pobre da Europa, a Irlanda é hoje apelidada de “Tigre Celta” (uma clara referência aos Tigres Asiáticos). Se em 1960, apenas 2% dos estudantes cursavam o ensino superior. Hoje já são 50% os alunos que frequentam as faculdades e universidades.

Se antes a Irlanda tinha um PIB não condizente com seus vizinhos europeus, hoje já tem o 2º maior PIB per capita da União Europeia. Atualmente são US$ 69,900 dólares, que correspondem a sete vezes o PIB do Brasil. Em 1970, o PIB irlandês per capita era de pouco mais de 10,000 dólares. Se antes a Irlanda era um país agrário, hoje já está na liderança do ranking dos países europeus com PMEs que mais inovam.

A educação como força motriz para uma nova sociedade

E qual é a mola propulsora por trás deste impressionante crescimento irlandês em um período historicamente tão curto (menos de 5 décadas)? A resposta é o investimento governamental em Educação de qualidade. Que certamente está bem acima das muitas vezes falsas ideologias político-partidárias de direita, esquerda ou centrista.

Educação que privilegia a inovação, o empreendedorismo, a tomada de riscos, o acesso mais facilitado e justo ao crédito e à difusão facilitada do conhecimento entre universidades, empresários e todos os demais agentes da sociedade civil.

Que a Irlanda sirva de exemplo aos nossos homens públicos. Que a despeito da profusão de escândalos em torno de políticos de todos os matizes têm mantido à risca o mesmo discurso populista de sempre.

E que a Irlanda inspire nossas empresas e líderes corporativos. Para que invistam de forma ainda mais vigorosa no ativo mais precioso que temos: nosso conhecimento. Mesmo nestes tempos em que tanto se fala em Inteligência Artificial, Big Data, Internet das Coisas, etc.

A educação é o pilar principal para o crescimento profissional

Profissionais bem qualificados e bem treinados fazem mais com menos. Isso é aumento da produtividade. Profissionais que têm acesso às melhores práticas educacionais têm maior propensão a inovar e empreender. Temos então inovação e empreendedorismo. Profissionais que se mantêm proativos na busca de mais conhecimento se tornam bem menos propensos a ter suas funções dizimadas pela tecnologia. Aqui está a empregabilidade.

Que todos estes pilares (Educação, Produtividade, Inovação, Empreendedorismo e Intraempreendorismo e Empregabilidade) façam parte não apenas das agendas dos nossos homens públicos. Sejamos sinceros que é difícil acreditar nisso. Mas, principalmente das estratégias das nossas empresas e acima de tudo das nossas próprias estratégias pessoais. Para que, assim, consigamos nos destacar nestes tempos de tão aceleradas mudanças e de incríveis oportunidades às pessoas bem preparadas!

Viva a Educação!

Ficarei muito feliz com suas contribuições, comentários e pontos de vista sobre este tema tão importante para nós!

Conheça todas as nossas soluções: Parceria Anual Palestras | TreinamentosEAD


Acompanhe-nos nas redes sociais: Facebook | LinkedIn | Twitter | Instagram | YouTube

Cadastre-se para receber materiais grátis em seu e-mail: www.josericardonoronha.com.br

Conheça as soluções que oferecemos na consultoria: Paixão por Vendas

E-mail da minha equipe comercial: vendas@paixaoporvendas.com.br

Confira nossa incrível solução em EAD: Universidade das Vendas

Happy And Sad Smileys Shows Positive Negative Emotions

5 razões para acreditar que 2017 será o ano da retomada

Nos treinamentos, palestras e aulas de MBA que tenho ministrado no Brasil, sempre me questionam se a tão esperada retomada da economia está mesmo por vir. Seria infame de minha parte garantir que sim, algo que nem os mais brilhantes e renomados economistas se aventuram em fazer.

No entanto, vejo claramente os primeiros sinais de retomada, o que me faz vislumbrar um cenário muito mais promissor para este final de ano e, principalmente, para 2017. Abaixo, listo 5 razões que fortalecem esta minha convicção.

1) Cenário macro: temos hoje, no mundo todo, uma situação de bastante liquidez, o que se traduz em um bom e intenso fluxo de investimentos estrangeiros no Brasil. Isso acontece devido aos ativos terem se desvalorizado e depreciado, de forma substancial, ao longo dos últimos trimestres, especialmente por causa da recessão econômica que nos assola.

Além disso, o Brasil continua extremamente atraente para empresas multinacionais dos mais variados setores (imobiliário, farmacêutico, educação, energia, bancos e finanças, etc.), o que justifica o crescente movimento de consolidação e de fusões e aquisições nestes mercados.

2) Cenário político nacional: o presidente Michel Temer (a despeito de quaisquer preferências político-partidárias) teve um bom início de governo com a aprovação da PEC dos gastos públicos, o que dá a ele fôlego para seguir adiante com outras reformas urgentes, com absoluto destaque para a tão crucial reforma da previdência. Além disso, o seu conhecido traquejo político cria boas condições de lidar com um Congresso hostil e pouco afeito às questões republicanas, o que dá a todos nós uma perspectiva de médio e longo prazo muito mais promissora.

3) Queda dos juros: todos os pontos acima dão embasamento à tendência de queda de juros (Taxa Selic), que deve se consolidar ao longo dos próximos meses. Juros mais baixos tendem a dar maior fluidez na economia, em virtude do barateamento do tão necessário crédito para empresas e indivíduos, e também deve servir de importante estímulo à retomada da atividade econômica. Tudo isso impacta diretamente no ânimo e nas ações de empresas e consumidores.

4) Retomada da confiança: pesquisas das mais variadas e sólidas fontes têm trazido dados positivos referentes à tão crucial retomada da confiança do empresariado nacional, internacional e também dos consumidores. Se levarmos em consideração que a pior crise que um País pode mergulhar é a da confiança, tão logo tenhamos melhores índices desta questão, deveremos ver uma série de empresas retomando o rito normal de seus investimentos e também dos consumidores, que tendem a voltar a consumir e a reaquecer a economia.

5) O Brasil e todos nós precisamos: com mais de 12 milhões de desempregados (se considerarmos apenas os números oficiais que não levam em conta os milhões de profissionais que migraram para a chamada “economia informal”), o Brasil e todos nós precisamos seguir em frente. E este sentimento que ganha cada vez mais corpo de que “o pior já ficou para trás” é bastante positivo, pois fomenta a tão necessária esperança de que todos somos responsáveis, direta e indiretamente, pela reconstrução do nosso país e da nossa economia.

Enfim, temos motivos bastante vigorosos para acreditar que o “fundo do poço” já começa a ficar para trás e que a luz no fim do túnel começa a ganhar brilho cada vez mais intenso.

E, diante disso tudo, tenho outra certeza bastante clara: a de que somente as empresas e profissionais bem preparados terão melhores condições e capacidades para brilharem neste “novo cenário de negócios”.

Um novo cenário que será marcado de um lado por clientes extremamente exigentes, bem informados e repletos de boas opções à sua frente. E, por outro, por concorrentes cada vez melhores, mais agressivos e com produtos, serviços e soluções muito similares – quando não absolutamente iguais – aos que comercializamos em nossas empresas.

E, diante disso, surge o elemento mais crucial para o crescimento do País: a educação de qualidade, que, muito embora tenha sido tão negligenciada ao longo das últimas décadas, será certamente o fator cada vez mais preponderante de diferenciação competitiva em um “mercado de iguais”.

Assim, irão brilhar os profissionais e empresas que têm paixão pelo que fazem, expertise em seus mercados e crença inabalável de que a educação é dos elementos essenciais para a busca do sucesso e resultados de vendas cada vez melhores e sustentáveis.

O Brasil, enfim, viverá o momento de retomada da economia e de crescimento das vendas nos mais diversos setores.

Será que você e seus profissionais estão prontos para surfar nesta nova, incrível e igualmente traiçoeira onda?

Gostou deste artigo? Por favor compartilhe-o com seus amigos, colegas, líderes de liderados.

Obrigado pelo carinho e confiança de sempre!

Um grande abraço do seu amigo vendedor!

José Ricardo Noronha | Paixão por Vendas | Universidade das Vendas

Treinamento: o caminho mais sustentável para brilhar hoje e sempre!

Time to Learn

A única fonte de vantagem competitiva sustentável é a capacidade de aprender mais rápido que seus concorrentes” – Peter Drucker

Em tempos mais desafiadores, como os que agora vivemos, investir em Educação de boa qualidade é ainda mais essencial para se diferenciar dos seus concorrentes. Ter um bom produto já não é mais o bastante. Ter uma boa combinação de bom produto e bom serviço também não é mais suficiente para fidelizar e encantar seus clientes. Para se diferenciar é preciso unir bons produtos e bons serviços com o conhecimento dos seus profissionais que serão os grandes responsáveis por oferecer aos seus clientes experiências realmente memoráveis. 

A Educação é definitivamente a mola propulsora de transformação positiva da vida das pessoas e dos resultados das empresas. Invista em Educação! É legal para você, é legal para sua Empresa e é maravilhoso para o País e para as nossas futuras gerações!

Boas vendas!

José Ricardo Noronha | www.paixaoporvendas.com.br

Carta aberta à Presidente Dilma

Brasil País de todos

Presidente Dilma: sou trabalhador, honesto, pagador de muitos e altíssimos impostos e acima de tudo um cara que sonha impactar a vida de milhares de pessoas através da Educação de alto nível.

Quero hoje me dirigir respeitosamente à Sra. e lhe fazer um pedido que tenho certeza é compartilhado por milhões de brasileiros trabalhadores.

Ainda que a Sra. não saiba ou tenha se esquecido, temos hoje eu a Sra. uma relação um tanto quanto injusta, pois pago muitos milhares de reais de impostos e não recebo absolutamente nada em troca. Repito: nada!!! Justo? Penso muito humildemente que não!!

Vocês conseguiram dividir ainda que falsamente um país historicamente unido e fraterno em dois. E foi exatamente esta divisão entre “ricos e pobres” e entre “eles e nós” que permitiu sua reeleição. Por isso tudo e muito mais Presidente eu lhe peço e imploro: governe para TODOS, pois TODOS são merecedores do cuidado e do zelo do governo com o dinheiro honesto e suado que nos é tirado.

Infelizmente não confio na Sra. e muito menos em todos os que a cercam e a lideram. No entanto, prefiro ter a esperança de que a Sra. vai também governar para mim e para todos os brasileiros independentemente de classe social. Por favor mostre que estou errado por não confiar em vocês!!

Com esperança (ainda que ínfima),

José Ricardo Noronha

P.S. Hoje no final do dia e amanhã (28 e 29/10) estarei em Brasília. Se preferir podemos falar pessoalmente.

Educação: o caminho para a diferenciação

Rear view of class raising hands

Tenho tido a incrível oportunidade de aprender e compartilhar conhecimentos com algumas das maiores e mais admiradas empresas do Brasil e do mundo em minhas andanças por este país ainda repleto de grandes oportunidades a despeito dos inúmeros desafios e do pífio apoio governamental em áreas de fundamental importância como a Tributária que asfixia sem nada dar em troca, a de Infraestrutura que é uma clara limitadora para um crescimento maior e mais sustentável e a de Educação que infelizmente continua historicamente relegada a segundo plano.

No entanto, estes fatores limitadores se aplicam a todos os mercados o que força as empresas a buscarem investir de forma mais inteligente e estruturada em ações internas que as permitam buscar a tão necessária diferenciação em um mercado cada vez mais competitivo e exigente.

E é aí que entra a Educação Corporativa e seu comprovado poder de transformação de empresas e profissionais. A prestigiada Revista Exame em sua Edição 1069 de Julho de 2014 traz uma reportagem muito interessante chamada “Mimos para os 99%”, onde compartilha e brinda os leitores com as estratégias que grandes empresas como Starbucks, Gap e Ikea tem utilizado para incrementar a produtividade de vendas e a satisfação e lealdade de seus profissionais.

Nos Estados Unidos houve um crescimento bastante expressivo de 15% nos investimentos em educação corporativa, que passaram de US$ 61 bilhões em 2012 para US$ 70 bilhões em 2013. Este crescimento se justifica em cima de estatísticas que comprovam que quando uma empresa aumenta 1 ponto percentual a fatia de funcionários treinados, há ganhos adicionais de produtividade (0,6%) e de salário (0,3%). Ou seja, empresas que investem mais em treinamento, vendem mais e incrementam os ganhos dos seus profissionais.

Além disso, o investimento contínuo em Educação Corporativa incrementa também de forma bastante signicativa e mensurável os tão fundamentais índices de satisfação, motivação e lealdade de seus profissionais, que como contrapartida ao investimento realizado neles produzem muito mais e se sentem muito mais “pertencentes” àquela empresa. Aliás, inúmeros estudos comprovam a importância do “senso de pertencimento” para incrementar a produtividade, a motivação e a lealdade dos profissionais reduzindo assim o tão temido “turnover” que aumenta enormemente os custos de contratação e treinamento e que traz impactos negativos à construção de uma força de trabalho coesa e de uma cultura vencedora, onde profissionais leais e fiéis à empresa são as “peças” mais do que cruciais.

Além disso tudo, o maior investimento em Educação Corporativa auxilia e muito as empresas a incrementarem seus índices de reputação e credibilidade junto ao mercado, o que é bom para todos. É bom para os investidores que veem seus negócios prosperarem. É bom para os profissionais já dentro de casa que sentem cada vez mais valorizados e importantes. E é bom para a empresa como um todo, que incrementa o seu magnetismo ao atrair os melhores e mais talentosos profissionais e talentos.

Sou desde sempre defensor ferrenho da ideia de que a Educação é a mola propulsora de transformação dos países, das empresas e dos profissionais. No  mundo de aceleradas mudanças em que vivemos nunca foi tão importante quanto agora nos mantermos atualizados com o que existe de mais moderno, testado e prático em conhecimentos e técnicas em nossas respectivas áreas. Por isso mesmo, é tão importante investir de forma vigorosa na educação, treinamento e capacitação dos seus profissionais para que eles consigam demonstrar ao mercado o quão diferenciados são e o quão diferenciada é a sua empresa, seus produtos e serviços e sua cultura vencedora.

E se ficar a dúvida sobre investir ou não em seus funcionários, reflita sobre esta conversa entre o CFO (Diretor Financeiro) e o CEO (Presidente):

Pergunta do CFO: O que acontece se investirmos no desenvolvimento dos nossos profissionais e, em seguida, eles nos deixarem?

Resposta do CEO: E o que acontece se não fizermos isso, e eles ficarem?

Abraços!

José Ricardo Noronha | www.paixaoporvendas.com.br

Você tem investido na educação dos seus vendedores?

Você Mar2014 Vendedores

A Revista Você S/A de Março de 2014 mais uma vez nos brinda com uma edição recheada de dicas sensacionais de carreira, empregabilidade e tendências no mercado de trabalho. Pesquisa realizada pela Catho  revela que os quatro profissionais mais desejados pelo mercado de trabalho são todos da área de vendas (Corretor de Imóveis, Executivo de Vendas, Gerente Comercial e Gerente de Contas). Outra importante publicação no mundo dos negócios, a Harvard Business Review Brasil em sua última edição reproduz uma reportagem que havia sido publicada em 2012 pela HBR nos Estados Unidos que também falava do problema representado pela escassez de bons profissionais de vendas. Clique aqui para ler o meu post sobre isso.

O mercado ainda sente a falta de vendedores bem preparados que possam fazer a diferença positiva em um momento da economia recheado de grandes desafios onde praticamente todas as empresas partilham de três pontos estratégicos e vendedores bem capacitados e treinados são absolutamente essenciais:

  1. Empresas precisam fazer mais. Gerar mais vendas, aumentar participação de mercado e ganhar novos mercados e clientes continuam sendo pontos essenciais nas agendas dos CEOs e Líderes de empresas dos mais diversos portes e indústrias. E em um mercado que se mostra também desafiador do ponto de vista de recrutamento de talentos em vendas, capacitar e incrementar as técnicas, habilidades, comportamentos e atitudes das suas equipes de vendas é crucial;
  2. Empresas precisam fazer com menos. Em tempos mais desafiadores, o bom controle orçamentário ganha ainda mais destaque e todos (repito: todos!) os gestores e líderes tem sido “convidados” a não apenas fazer mais mas a principalmente fazer com menos (gastar menos e com maior inteligência, assertividade e foco em resultados), o que necessariamente passa por um processo de melhoria contínua nos processos e no incremento da performance de vendas, algo que só é possível com vendedores bem treinados e capacitados com o que há de melhor em termos de teorias e práticas já testadas em suas respectivas áreas.
  3. Empresas precisam fazer melhor que seus concorrentes. Em mercados cada vez mais comoditizados, com produtos, serviços e soluções muito similares e iguais, fazer melhor que os concorrentes passa necessariamente pelo incremento das competências, habilidades e atitudes dos profissionais de vendas que ainda tem a seu favor as competências relacionais, que permitem que através de um atendimento de excelência, um perfeito entendimento das demandas e necessidades do mercado e de toda uma estratégia de existência voltada ao encantamento que transforma clientes em fãs, elementos indispensáveis à construção de uma receita vitoriosa de sucesso e de muitas vendas.

Escassez de talentos em vendas. Mercados mais desafiadores e comoditizados. Clientes muito mais exigentes. Rigoroso controle de custos. Necessidade de se vender mais a despeito do momento positivo ou negativo da economia. Esta é a cara deste “novo mercado” em que todos trabalhamos. E neste cenário, bons vendedores são mais fundamentais que nunca.

Invista de forma vigorosa e inteligente na educação dos seus vendedores, pois somente os profissionais verdadeiramente prontos e capacitados serão capazes de fazer sua empresa brilhar hoje, amanhã e sempre. Se eu puder lhe ajudar nesta fascinante missão, será uma honra e alegria imensas!

Um grande abraço e boas vendas,

José Ricardo Noronha

Palestras e Cursos Memoráveis para suas Equipes de Liderança e Vendas: Entre em contato pelos telefones (11) 94278.8700 / 98338.5300 / 4153.6889 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra, Curso ou Workshop Memorável em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Palestras Online para você brilhar: Clique aqui e surpreenda-se com palestras sensacionais.

VERGONHA!!! Já passou da hora de mudarmos este País!!

No país onde o termo “Escândalo” nunca esteve tão banalizado como nos atuais tempos lulistas, não posso deixar de externar a minha profunda indignação e porque não dizer até descrença em um futuro promissor para as nossas futuras gerações. Aliás, não custa lembrar que o Mensalão foi apenas um dos muitos escândalos em série desta trupe de bandidos que hoje nos comanda. Já tivemos “Dinheiro na Cueca”, “Renangate”, “Rosemary Noronha”, “Erenice Guerra”, “Cartões Corporativos”, “Aloprados do PT”, “O Super Consultor Palocci”, “Sanguessugas”, “Caseiro Francenildo” e por aí vai.

É triste dizer isso, mas o Brasil virou um país sem vergonha. Um País que se sujeitou ao comando de uma gangue formada por canalhas da pior estirpe possível. Um País que paga uma das maiores cargas tributárias do mundo e que se cala e se mantém inacreditavelmente passivo diante de tantas atrocidades e tamanho desrespeito à coisa pública (não custa lembrar que República significa “coisa pública”).

A decisão de ontem do Ministro Celso de Mello (que não custa lembrar juntou-se a outros 5 ministros) corrobora com este sentimento triste e real de incredulidade em um futuro melhor para um País e um Povo tão maravilhosos, mas que sucumbiram diante de tanta sujeira e que se veem diante de um futuro cada vez mais sombrio sob o domínio desta “Turma do Mal”.

Dá para ficar quieto diante disso tudo? De forma alguma!! Já passou a hora da Sociedade Civil mostrar as caras de forma organizada e dizer um sonoro NÃO a tanta sujeira!!! Protestos na rua desde que providos de um objetivo específico (algo como foi o Diretas Já) ajudam, mas o melhor instrumento que ainda temos chama-se VOTO! Ano que vem temos Eleições pela frente e mais uma vez nos será dada a chance de começar a excluir da nossa cena política toda esta Corja.

Triste dizer, mas hoje quem ri são eles! E quem chora somos nós os milhões de idiotas que por ora nada temos a fazer contra o estado de coisas que tomou conta da nossa política e do nosso País!

Tristeza e incredulidade!!!

Desculpem pelo desabafo neste espaço em que me dedico a ajudar as pessoas a acreditarem no incrível poder de transformação da Educação. E sem Educação de qualidade nunca conseguiremos mudar de verdade a história do nosso Brasil!

José Ricardo Noronha

ze-dirceu-lula-dilma-607x387

Honestidade e Educação são armas contra a Corrupção!!

20 de Junho de 2013. Muitos acordaram hoje com o doce gosto das vitórias de ontem: o recuo de muitos governantes (todos populistas!) diante dos protestos e da vitória da nossa Seleção sobre os até então temidos mexicanos.

No entanto, nada vai mudar em nossas vidas e em nosso País se não assumirmos sempre e não apenas durante os protestos de rua uma posição clara de Honestidade, de defesa contra a Corrupção e de defesa contumaz por uma melhor Educação. E esta grande mudança começa conosco!!

A Educação é definitivamente a melhor arma contra a Corrupção!! E a Honestidade é o elemento que nos habilita a lutarmos e gritarmos por um País melhor!!

Quer acabar com a corrupção

Quer mudar positivamente sua vida e a dos seus profissionais? Invista em Educação!

A Educação é definitivamente a mola propulsora de transformação positiva da vida das pessoas e dos resultados das empresas. Invista em Educação! É legal para você, é legal para sua Empresa e é maravilhoso para o País e para as nossas futuras gerações!

José Ricardo Noronha

Education Kids

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aquipara ver os depoimentos dos meus fãs.

Curso Vendedores Vencedoresclique aqui para comprar o curso que vai te ajudar a brilhar muito mais na vida e nas vendas.

Dois livros pelo preço de 1Clique aqui e compre o livro “Vendedores Vencedores” que vai mudar sua vida e impactar positivamente suas vendas por um investimento super especial (R$ 30,00) e ainda ganhe o eBook “Artigos, Causos, Ideias e Ideais de um Vendedor Apaixonado“, que é uma coletânea dos meus melhores artigos sobre Atendimento, Empreendimento, Encantamento, Liderança, Marketing e Vendas.

EProdutivo: A Escola do Resultado e do Equilíbrio. Christian Barbosa, Gustavo Cerbasi, José Ricardo Noronha e os maiores especialistas do País juntos em Projeto maravilhoso que vai mudar sua vida. Assine já!!

Você Vai Continuar
Torrando Dinheiro com
Treinamentos e Palestras?

Baixe agora o eBook rápido de alto impacto com
5 dicas preciosas para não torrar dinheiro com
treinamentos desconectados da sua realidade.

Você está a UM PASSO de baixar
seu exemplar do eBook!

Deixe seu nome e seu melhor e-mail
para receber o link de download.