Skip to main content

5 Ps do Empreendedorismo na Revista do Sescon/SP

Revista Sescon Fev2014

É com enorme alegria que eu compartilho com todos vocês que tanto me honram com sua confiança e carinho uma reportagem publicada na Revista do Sescon/SP de Fevereiro, onde eu falo dos 5 Ps do Empreendedorismo. 

Clique aqui para fazer o download da revista na íntegra (veja a reportagem na página 28) e aqui para ler o artigo deste Blog que foi a origem da reportagem. Tenho certeza que a reportagem e o artigo lhe serão extremamente úteis.

E se me permite lhe dar mais uma dica além dos 5 Ps (Paixão, Propósito, Perseverança, Pessoas e Pés no Chão), aí vai: se você tem o sonho de empreender, para de sonhar e comece a realizar!!

Um grande abraço do amigo vendedor,

José Ricardo Noronha

 

Confiança: um ativo que nunca para de se valorizar

Artigo publicado na Revista Congesa – Edição 5 – Dezembro de 2013

Por mais incrível que possa parecer, o final do ano já se aproxima e com ele vem sempre aquele momento gostoso de reflexão sobre tudo o que já realizamos e sobre tudo aquilo ainda sonhamos em realizar. E é sobre realização e confiança que eu quero hoje falar com você!

Inúmeros estudos comprovam que o sucesso, a vitalidade e a felicidade estão diretamente relacionados com o nível de confiança de confiança em nossos relacionamentos, sejam eles profissionais e pessoais. A confiança, quando presente em tudo o que fazemos, cria um circulo virtuoso onde tudo flui melhor e todos ganham. No mundo dos negócios, nas vendas e na vida em geral, duas premissas são absolutamente essenciais e fundamentais. A primeira: pessoas compram de pessoas e se relacionam com pessoas. A segunda: as pessoas compram e se relacionam com quem elas confiam. Portanto, quando nos transformamos em profissionais de confiança, os relacionamentos e os negócios tendem a crescer de forma substancial e fortemente baseados na credibilidade conquistada junto aos nossos amigos, familiares, clientes, fornecedores e nos mercados em que atuamos.

O grande problema é que vivemos em uma Era marcada por um ambiente de baixíssima confiança. Vivemos uma crise de confiança que tem impacto negativo no nosso bem estar econômico e na qualidade de vida em geral. Pessoas não confiam em pessoas. Pessoas não confiam nos seus líderes. Empresas não confiam em seus profissionais. Enfim, ninguém confia em ninguém! Confiar que deveria ser a regra prevalecente, transformou-se em exceção. Especialmente no mercado imobiliário, deparamo-nos quase que diariamente com empresas que não cumprem suas obrigações e promessas diante dos clientes que muitas vezes veem a realização do sonho da casa própria se transformar em um grande pesadelo. Confiamos em pouquíssimas pessoas e em raras empresas.

Aliás, vale lembrar e recomendar aqui o excelente livro “A Velocidade da Confiança” de Stephen M.R. Covey publicado no Brasil pela Editora Elsevier, que diz que quão maior é a confiança nos relacionamentos, maior é a velocidade com que as coisas acontecem e menor é o custo e que quão menor é a confiança, menor é a velocidade e maior o custo. O quadro abaixo ajuda a entender melhor a lógica que nos é brilhantemente explicada por Stephen M.R. Covey e que permeia todo o trabalho do livro.

ConfiançaQuando se há um elevado nível de confiança nos relacionamentos, as pessoas são capazes de se comunicar com maior rapidez, de colaborar melhor, de inovar mais e de fazer negócios de forma muito mais acelerada e de maneira muito mais eficiente.

Portanto, aproveite este final de ano para fazer uma profunda reflexão sobre como anda a confiança em cada um dos seus relacionamentos e faça o que puder para aumentá-la ainda mais, pois como já disse acima, a confiança ajuda em tudo e todos só tem a ganhar.

Invista sempre em confiança, pois Confiança é um ativo que nunca para de se valorizar!

Um grande abraço!

José Ricardo Noronha

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Vendas: é tempo de reinvenção ou de adequação?

A Revista Você S/A do mês de Novembro/2013 traz como reportagem principal as tendências e um panorama completo do que deve acontecer com os salários no ano de 2014. Dentre as áreas e cargos cobertos pela Revista, chamou-me bastante atenção a análise da Área de Marketing e Vendas, que mostra de forma super clara que o ano de 2013 foi um ano bastante desafiador, com muitas empresas inclusive promovendo a redução ou reorganização de suas forças de vendas para enfrentar o período de “vacas mais magras”.

A Revista afirma que é tempo dos profissionais de Vendas e Marketing se reinventarem para seguir no mercado. E eu preciso concordar com esta afirmação da Revista e com o fato de que os últimos dois anos foram mais difíceis não apenas para nós apaixonados por Vendas e Marketing, mas para o mercado como um todo. Economia menos aquecida, taxas de crescimento no mínimo decepcionantes e concorrência cada vez mais feroz que promovem a redução das margens são apenas alguns dos elementos que podem servir de “explicação” para a fase mais desafiadora que o Setor de Vendas em especial vive ao longo dos últimos anos e eu me atrevo a dizer até nas últimas décadas.

Não se pode negar que o mercado está cada vez mais competitivo, que os clientes estão mais exigentes e que novas necessidades e desejos surgiram e surgem a todo momento desafiando a capacidade criativa e principalmente as habilidades de execução dos líderes de Marketing e Vendas. E daí vem a minha provocação: será que os milhões de profissionais de Vendas e Marketing se atualizaram e, o que acredito ser ainda mais importante, se adequaram a este “novo mercado” mais competitivo e exigente?

Infelizmente penso que não! Quem já me prestigia em minhas palestras, cursos, workshops, artigos e livros, sabe o quanto defendo que o vendedor é um profissional que precisa e carece de inúmeras competências, habilidades, atitudes e comportamentos que o/a permitam qualificar-se e apresentar-se ao mundo como “vendedor profissional” e não como tantos que simplesmente “estão vendedores” e não “são” de fato vendedores.

Ainda são poucos os profissionais que de forma proativa e constante se dedicam e se esforçam para se transformarem em “campeões de vendas” que vão além do básico que se espera de um vendedor (saber prospectar, saber vender e saber se relacionar) e que estão sempre em busca da “milha extra” representada por uma capacidade aguçada de entender seus mercados e as necessidades visíveis e invisíveis de seus clientes e públicos-alvo, pela habilidade de transformarem clientes em fãs (encantamento e fidelidade nunca foram tão cruciais quanto agora) e de agirem com uma visão cada vez mais estratégica fazendo a boa correlação entre as mais diversas áreas da empresa (produção, logística, financeiro etc) que permite que todos ganhem: ganham os clientes, ganha a empresa, ganham os departamentos, ganha o vendedor e ganha a sociedade que passa a dispor de empresas e profissionais cada vez melhores e que realmente fazem a diferença positiva no mundo. Esta é a tal relação “win-win-win“, onde todos ganham e saem felizes, e que ainda por mais incrível que possa parecer é tão difícil de ser encontrada.

Sim, é isso o que tanto falta no nosso mercado de vendas. Profissionais que realmente enxerguem o quão nobre é “ser vendedor” e o quão importante é o seu trabalho para fazer esta tal “diferença positiva no mundo”, algo que só é possível com profissionais que saibam se adequar bem e sempre a um mercado em constantes mudanças que exige de todos nós e o tempo todo mudanças de postura, comportamento e técnicas que nos permitam vender bem sempre, nos bons anos e também nos anos mais desafiadores como o de 2013 que já se aproxima de seu crepúsculo.

Portanto, minha “Dica de Ouro” para você é: invista sempre em você mesmo, pois você é o maior acionista da sua vida! E saiba que mais importante do que se reinventar é se adequar aos novos tempos o que de fato exigem de todos nós uma postura muito mais proativa no que diz respeito às nossas habilidades, comportamentos, atitudes e técnicas. E não se esqueça de outra “Dica de Ouro” deste amigo vendedor: Vender é Servir! Vender é Ajudar! Sirva bem e atenda com maestria seus clientes e todos os seus anos serão recheados de boas vendas e de uma excelente remuneração!

Um grande abraço do seu amigo vendedor que sonha sempre te ajudar a brilhar ainda mais e também a ganhar mais dinheiro com muito mais Paixão e Propósito!!

José Ricardo Noronha

Você SA Nov2013

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Curso Vendedores Vencedoresclique aqui para comprar o curso que vai te ajudar a brilhar muito mais na vida e nas vendas. Cursos Mais Educa: cursos baseados em “best sellers” feitos para você!

Livro autografadoClique aqui e compre o livro “Vendedores Vencedores” que vai mudar sua vida e impactar positivamente suas vendas por um investimento super especial (R$ 30,00) e ainda ganhe um presente surpresa.

EProdutivo: A Escola do Resultado e do Equilíbrio. Christian Barbosa, Gustavo Cerbasi, José Ricardo Noronha e os maiores especialistas do País juntos em Projeto maravilhoso que vai mudar sua vida. Assine já!!

Mais Tempo! Mais Dinheiro! Mais Vendas! E muito mais …

Christian Barbosa: o maior especialista em produtividade pessoal e gerenciamento do tempo no Brasil.

Gustavo Cerbasi: o maior especialista em finanças pessoais do Brasil.

Sempre tive a maior admiração do mundo pelos dois e algo me diz que muito em breve nós estaremos todos juntos em um grande Projeto concebido para te ajudar …

Obrigado meu Deus por iluminar o meu caminho e minha missão de ajudar tanta gente no Brasil inteiro e agora ao lado de craques que tanto admiro e que partilham dos mesmos princípios, valores e sonhos!

Mais Tempo, mais Dinheiro e mais Vendas!! E muito mais … Aguarde …

Mais Tempo e Dinheiro

José Ricardo Noronha e VendaMais: nasce mais uma parceria de sucesso!

É com enorme honra que eu compartilho com você que este amigo vendedor caipira é agora Colunista da maior e mais importante Revista de Vendas do Brasil, a Revista VendaMais!

Clique aqui para ler o artigo “Victor Frankl e os Vendedores Vencedores”, onde eu falo sobre a fundamental capacidade de acreditarmos em nossos grandes sonhos a despeito das grandes dificuldades que passamos todos os dias.

Por onde passo no Brasil inteiro, sempre reforço que a minha grande missão diante do mundo é ajudar pessoas a se tornarem melhores em virtude do incremento das suas habilidades de vendas e motivação constante e também ajudar as empresas a venderem mais, melhor e com profissionais ainda mais apaixonados e imbuídos do espírito de fazer a diferença positiva na vida dos seus clientes, na sociedade, em suas empresas e para si próprios. E este grande propósito meu e da minha consultoria encontra enorme congruência em tudo o que os amigos da VendaMais capitaneados pelo excelente Raul Candeloro fazem.

Acredito que você há de concordar comigo que o mundo das vendas está cada dia mais exigente e mais profissionalizado, o que significa que todos nós precisamos estar sempre atualizados com o que existe de mais moderno, mais efetivo e mais prático em nossa apaixonante área de vendas. Por isso mesmo, veículos de grande circulação nacional e de enorme credibilidade como a Revista VendaMais são instrumentos poderosíssimos para que todos juntos possamos dignificar e dar ainda mais nobreza à esta incrível profissão de Vendedores Vencedores.

Se você ainda não conhece e assina a Revista VendaMais, eu mais do que recomendo, pois é mais um instrumento que nos permite atualização e aprimoramento contínuos das nossas competências, habilidades, atitudes e comportamentos de vendas além de sempre trazer histórias e práticas de sucesso de onde podemos extrair lições importantes para o nosso cotidiano em vendas.

José Ricardo Noronha e VendaMais: nasce mais um poderosa parceria para alavancar o seu Sucesso! Conte sempre conosco e super obrigado pelo carinho e confiança de sempre!

Um grande abraço do seu amigo vendedor,

José Ricardo Noronha

Eu amo vender

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelo telefone (11) 3434.6488 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus fãs.

E a GlobalEnglish está na mais importante revista do País, a Veja!

ORGULHO!! Este é o sentimento de todos nós da GlobalEnglish ao vermos como reportagem de capa da Revista Veja a questão relacionada ao baixo nível de Inglês dos brasileiros. Orgulho por saber que a nossa mais recente Pesquisa foi a mais importante ação motivadora para esta reportagem. Orgulho por ajudarmos milhares de profissionais e empresas no incremento das suas habilidades de Inglês. Orgulho por ver o trabalho tão árduo e apaixonado resultar em grandes frutos. E um orgulho enorme por termos uma missão tão clara e tão desafiante pela frente que é a de melhorar as habilidades de Inglês das pessoas e das empresas.

Líder mundial na oferta de soluções de Inglês de Negócios via Internet para Empresas, temos analisado e pesquisado na GlobalEnglish os impactos que o baixo nível de Inglês de Negócios geram nos resultados das Empresas, nas carreiras dos profissionais e no incremento da produtividade dos países em virtude de melhores habilidades no idioma oficial do mundo dos negócios, o Inglês.

Recentemente, lançamos mais uma Pesquisa que contou com a participação de mais de 13.000 usuários das nossas soluções aqui no Brasil e onde novamente foi constatado o baixíssimo nível de Inglês dos profissionais brasileiros. O Índice de Inglês de Negócios (ou Business English Index Report, que está disponível para download em nosso site) teve enorme destaque na imprensa especializada com reportagens e entrevistas em grandes veículos como Jornal Nacional, Jornal da GloboValor EconômicoInfomoney e Consumidor Moderno.

E neste último final de semana, a mais importante e influente Revista do País, a Veja,  reproduziu alguns dos principais dados da nossa Pesquisa e outros dados coletados na entrevista comigo:

  • O Brasil ficou em 67o lugar entre os 156 países participantes do nosso Índice com uma nota de 2,95 (de uma escala de 0 a 10);
  • O Brasil é o pior classificado entre os principais países emergentes (BRIC – Brasil, Rússia, Índia e China);
  • 92% dos profissionais acham que o Inglês é crítico ou importante para a carreira;
  • Quem fala Inglês bem pode ganhar de 30% a 50% a mais.

Embora a Revista Veja não tenha dado todos os devidos créditos a mim e à GlobalEnglish a várias informações como algumas das acima citadas, a reportagem mostrou bem que o Brasil, as empresas e os profissionais perdem muito em virtude da baixa qualificação em Inglês.

Em tempo: a GlobalEnglish não é uma empresa de intercâmbios (informação dada pela Revista). Somos a maior empresa do mundo de Soluções de Inglês de Negócios via Internet para Empresas!! 🙂

Go GlobalEnglish, Go!! Go Brazil, Go!!!

Redes Sociais: clique nos links abaixo para se conectar comigo nas principais redes sociais.

Facebook     YouTube    Linkedin     twitter     Flickr

A GlobalEnglish e um vendedor caipira estão no maior jornal de negócios do País!

E não é que a GlobalEnglish e um vendedor caipira metido a besta estão hoje no maior jornal de negócios do Brasil … Go GlobalEnglish, Go!!!!!

País tem pior desempenho em inglês para negócios

09 de Agosto de 2012

O Brasil é o país com o desempenho mais fraco em inglês para negócios entre os emergentes. A constatação é de uma pesquisa realizada com 108 mil profissionais em 156 países pela Global English e que avaliou o nível do idioma em empresas nacionais e multinacionais. Em uma escala que vai de 0 a 10, os brasileiros obtiveram a nota 2,95, segundo o levantamento. De acordo com José Ricardo Noronha, diretor da GlobalEnglish no Brasil, o país ficou classificado em 67º lugar em um ranking que contou com a participação de 76 dos países pesquisados. “Além dos Brics, perdemos também para México, República Dominicana, Venezuela entre outros”, afirma. O Brasil teve também uma redução de seu desempenho em relação ao ano passado, em que conquistou a nota 3,45.

Segundo Noronha, o desempenho do país é preocupante. “Muitas empresas no Brasil têm suas estratégias voltadas para o mercado interno e não se preocuparam em qualificar sua mão de obra nesse quesito”, afirma. A nota obtida pelo Brasil não chega nem mesmo a atingir o nível básico de fluência. “A qualidade de comunicação dos brasileiros é muito baixa. Em média, eles não conseguem nem mesmo fazer uma conversa corriqueira por telefone, algo que é obrigatório no cotidiano das empresas”, afirma.

A pesquisa revelou que 92% dos profissionais em todo o mundo acreditam que o inglês é crítico ou importante para suas carreiras. Apenas 7%, no entanto, afirmam que possuem o nível de fluência adequado às necessidades da profissão. O índice de desempenho é baixo até mesmo em países onde o inglês é a língua nativa, como nos Estados Unidos (5,09) e no Reino Unido (5,24). “Nesses mercados, é comum que as multinacionais atraiam um grande número de profissionais não-nativos, especialmente em funções qualificadas como engenharia e ciência”, diz. Esses especialistas preenchem a demanda técnica das empresas, mas ainda estão abaixo da expectativa em seus conhecimentos sobre o idioma.

O diretor acredita que, pelo menos no Brasil, há espaço para melhoras – a proximidade dos eventos esportivos no país deve fazer com que as empresas aumentem seus investimentos em formação de mão de obra. “Algumas companhias já incluíram a qualificação em idiomas em seu planejamento estratégico há muito tempo. Outras estão acordando para o problema somente agora”. Ele acredita que o nível de exposição internacional do país deve aumentar muito nos próximos anos e isso será determinante para a competitividade das empresas. “Quem não se atentar à importância de ter profissionais com um bom nível de inglês vai perder mercado, dinheiro e talentos”, afirma. (VS)

Fonte: Valor Econômico

Dica de leitura: "O sucesso está no equilíbrio"

Um dos melhores livros que já li é “O Sucesso está no Equilíbrio” do meu querido amigo e guru Robert Wong. Para quem não o conhece, Robert Wong foi considerado pela Revista The Economist um dos 200 headhunters (caçadores de talentos) mais influentes do mundo. Dentre as valiosas dicas deste ser humano iluminado e como ele mesmo diz “tricultural” está uma que também abordo e reforço em meu livro “Vendedores Vencedores”: somos nós (e não o mercado) que devemos decidir a empresa que irá usufruir dos nossos dons e talentos. Devemos adotar uma postura proativa e assumir o nosso projeto de vida que deve incluir dentre outras ações essenciais a pesquisa dos valores, princípios e missão de existência da(s) empresa(s) que desejamos trabalhar. Isso feito, é chegada a hora de entender se tais valores, princípios e missão são congruentes com os nossos. O resultado desta boa combinação? Maior felicidade e menos insatisfação. Fica aqui, portanto mais uma grande dica de leitura: “O Sucesso está no Equilíbrio” de Robert Wong.

Aproveito a oportunidade para desejar a você e à sua família uma Feliz Páscoa! Que Deus ilumine você e sua família em tudo!

Um grande abraço,

José Ricardo Noronha

Brasil: o País da Leitura!

Como é legal ver uma notícia tão bacana como a da Revista Veja (Ágape – O Milagre da Leitura) desta semana. Penso desde sempre que a Educação é a mola propulsora de toda sociedade desenvolvida. O saudável hábito da leitura que deve ser impulsionado não apenas pelo Governo e pelas instituições particulares de ensino, mas principalmente pelos pais, pode fomentar uma sociedade mais educada, consciente, culta e consequentemente mais interessada e envolvida nos macro temas sócio-econômicos, onde a Educação infelizmente continua relegada à segundo plano. O bom ritmo de crescimento da leitura no Brasil, acompanhado do aumento no número de livros lançados e da queda do valor médio do livro, são pontos positivos que podem mudar positivamente não apenas o mercado editorial brasileiro, mas acima de tudo, mudar o País como um todo, pois um País mais educado tende a ser um país muito mais justo e menos suscetível aos desmandos de políticos absolutamente desinteressados em investir em uma Educação de qualidade. Minha minúscula contribuição (o livro “Vendedores Vencedores”) já está lançada. Aliás, um dos principais objetivos em torno do livro é despertar em todos o real desejo de ler mais e mais. Façamos juntos um País muito melhor e mais educado.

Livro Autografado: Compre o livro “Vendedores Vencedores” que vai mudar sua vida e impactar positivamente suas vendas por um preço super especial (R$ 30,00), autografado e ainda ganhe um presente surpresa especial.

Compra Livro "Vendedores Vencedores" - PagSeguro

Você Vai Continuar
Torrando Dinheiro com
Treinamentos e Palestras?

Baixe agora o eBook rápido de alto impacto com
5 dicas preciosas para não torrar dinheiro com
treinamentos desconectados da sua realidade.

Você está a UM PASSO de baixar
seu exemplar do eBook!

Deixe seu nome e seu melhor e-mail
para receber o link de download.