Skip to main content

O que esperam e sonham os jovens da Geração Y?

Dados recentes de uma grande Pesquisa realizada pela Deloitte, uma das maiores e mais respeitadas empresas de serviços profissionais do mundo, trazem dados realmente fantásticos sobre as aspirações, sonhos e desejos dos jovens da “Geração Y” (nascidos em ou depois de 1983), os chamados “millennials“. Dentre os principais dados:

  • 70% deles poderiam rejeitar trabalhar em negócios “tradicionais” para empreender;
  • 75% deles acreditam que suas organizações podem fazer muito mais para desenvolver novos líderes;
  • 78% deles são altamente influenciados pelo nível de inovação das empresas quando da decisão das empresas que desejam trabalhar. O fomento de uma cultura de inovação será importante não apenas para reter os melhores talentos, mas principalmente para criar novas oportunidades aos jovens mais talentosos que serão não por acaso os criadores dos produtos, serviços e soluções mais disruptivos;
  • 74% deles acreditam que os negócios tem um impacto positivo nas comunidades que operam especialmente nas áreas de educação e treinamento, desemprego e saúde e prevenção a doenças;
  • Mais de 64% deles acreditam que as empresas podem fazer muito mais pela sociedade especialmente em áreas relacionadas à escassez de recursos, mudanças climáticas e à má distribuição de renda.

São dados realmente interessantes e que provocam uma profunda reflexão, pois mostram o quanto os jovens de hoje são muito mais engajados com questões sócio-ambientais e desejosos de fazer a diferença positiva no mundo. As empresas que não entenderem bem estes anseios e que não criarem condições para que estes jovens coloquem todo o seu talento em ação em projetos realmente inovadores e que tenham impacto direto na construção de um mundo melhor, ficarão para trás.

Clique aqui ou na imagem abaixo para fazer o download do Relatório em Inglês.

E você o que tem feito para atrair, reter e liberar todo o potencial criativo e inovador dos jovens da sua Empresa? Abraços!

José Ricardo Noronha

Deloitte GenY Research 2014

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra, Curso ou Workshop Memorável em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Redes Sociais: clique nos links abaixo para se conectar comigo nas principais redes sociais.

Facebook     YouTube    Linkedin     twitter     Flickr

Aviso aos Líderes: ofereçam um grande propósito aos seus profissionais

Por mais incrível que possa parecer ainda me deparo com muitas empresas (especialmente as de pequeno e médio porte) que carecem de uma “missão” clara de existência. Não falo aqui daquela “missão” que só existe na parede e que não tem reflexo algum na operação, na execução e no cotidiano das empresas. Falo sim das missões reais que oferecem especialmente aos funcionários um grande propósito de existência. E este propósito não pode somente ter um significado mercadológico (de marketing). Este propósito tem de ser forte, real e legítimo o suficiente para incrementar os níveis de motivação, satisfação e retenção dos funcionários por fazerem parte de algo maior, de algo que vai além apenas da remuneração percebida pelos resultados obtidos.

E como se faz isso? Penso que o principal e mais importante elemento de construção de um grande propósito ou missão passe pelo pleno entendimento do “porquê”  de existência da empresa. Alguns questionamentos sugeridos para fazer este “exercício”: A empresa existe para fornecer a solução para qual problema específico? Ela existe para realizar qual sonho? De que forma a empresa pretende e sonha em impactar positivamente o mundo?

Em vendas, ainda vejo pouquíssimos gerentes e líderes que são capazes de oferecer um grande propósito às suas equipes. Sem oferecer um grande propósito ou missão, eles ficam muito mais dependentes de boas estratégias de remuneração para manter seus profissionais motivados, engajados e acima de tudo leais às suas empresas, o que é cada vez mais difícil em um mercado recheado de boas empresas e com budgets bastante generosos para suas forças de vendas. Boa remuneração é sim fundamental para todo e qualquer profissional, e em especial para todos nós profissionais de vendas. No entanto, cada vez mais os profissionais talentosos buscam oportunidades e desafios profissionais nas empresas e nos empreendimentos onde possam colocar todos os seus dons e competências em ação e em favor de uma grande causa, de um grande propósito e de um grande sonho. E oferecer um propósito, um sonho e uma grande missão são papéis do líder!

Portanto, reforço aqui o recado aos líderes de empresas e de vendas: ofereçam um grande propósito aos seus profissionais para conseguir construir resultados cada vez mais consistentes, uma cultura de encantamento e para evitar o risco de perdê-los para concorrentes que tem um propósito de existência claramente definido e um poder quase que magnético de atração de bons profissionais.

E tão fundamental quanto oferecer um grande propósito aos seus profissionais, é fazer com que a verdadeira missão de existência da sua empresa seja visível e perceptível pelos seus clientes e mercados alvo, pois na Era do Marketing de Valores em que hoje vivemos, a tendência é que os clientes consumam produtos e serviços das marcas que encontrarem maior congruência com seus próprios princípios, valores e sonhos.

Um grande abraço do amigo vendedor,

José Ricardo Noronha

Dicas de leitura sobre Propósito e Encantamento:

Um livro muito legal que aborda dentre outros temas tão essenciais como “propósito” o tema “encantamento” é o livro de Guy Kawasaki “Encantamento”.

Aliás, eu recomendo também a leitura de um ótimo artigo de autoria de Guy Kawasaki para a Harvard Business Review com o título “Enchant your employees” (“Encante os seus empregados” – em tradução livre). Clique aqui para ter acesso ao Artigo. 

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra, Curso ou Workshop Memorável em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

EProdutivo: A Escola do Resultado e do Equilíbrio. Christian Barbosa, Gustavo Cerbasi, José Ricardo Noronha e os maiores especialistas do País juntos em Projeto maravilhoso que vai mudar sua vida. Assine já!!

Redes Sociais: clique nos links abaixo para se conectar comigo nas principais redes sociais.

Facebook     YouTube    Linkedin     twitter     Flickr

O Monge, o Executivo e as Vendas

Zé Entrevista James Hunter, autor do best-seller “O Monge e o Executivo”

Felicidade, Gratidão e Honra! Devo-lhe confessar que é difícil traduzir os sentimentos de enorme Felicidade por trazer até você os ensinamentos do maior especialista em Liderança Servidora do mundo. De gratidão às pessoas que transformaram mais este sonho em realidade (um abraço mais do que especial ao amigo Sérgio Braga) e a Deus que tem me iluminado o tempo todo. E de honra por aprender um pouco mais com este Líder Servidor sensacional que é o James Hunter.

Aliás, se você já leu já meu livro “Vendedores Vencedores”, leu meus artigos, assistiu minhas palestras, cursos e workshops já sabe da minha gigantesca admiração por James Hunter e da ligação umbilical que vejo entre a nobre arte de vender com a deliciosa missão de servir. Como sempre digo: “Vender é Ajudar! Vender é Servir!”. E não por acaso, quem mais ajuda e serve, mais sucesso tem!

Com mais de 4 milhões de cópias vendidas apenas no Brasil do seu super aclamado “O Monge e o Executivo”, James Hunter é o meu mais novo entrevistado. Uma entrevista recheada de dicas e ensinamentos que provocam a reflexão sobre o nosso modo de agir e sobre as habilidades e atitudes que forjam os grandes líderes e os grandes profissionais de vendas. Leia, curta e compartilhe esta entrevista com todos os seus amigos, pois é assim com o espírito verdadeiramente interessado em ajudar o outro que conseguimos todos juntos construir o tão sonhado “Sucesso”. Boa leitura!

José Ricardo Noronha: Como o maior “evangelista” do conceito de Liderança Servidora no mundo inteiro, quais são as ideias e táticas que você pode recomendar para todos nós profissionais de vendas para incluir a Liderança Servidora como a bússola mestra em nossas atividades diárias?

James Hunter: A natureza dos negócios e das vendas é pessoas. Por quê? Porque sem pessoas não há negócios. E pessoas são seres relacionais. Relações saudáveis produzem bons negócios e relações ruins produzem maus resultados. Portanto, negócios saudáveis são resultado de relações saudáveis com todas as partes interessadas no negócio: clientes, funcionários, acionistas, fornecedores etc. E você só constrói relações saudáveis com as pessoas  por meio da plena identificação e satisfação das suas necessidades mais legítimas. Os profissionais de vendas mais bem sucedidos entendem intuitivamente este princípio básico de negócios.

José Ricardo Noronha: Para mim especialmente, Vender é Servir e Ajudar Pessoas a fazer seus sonhos possíveis e também para ajudá-los na resolução de seus problemas. Você concorda com este conceito? E como podemos manter estes princípios sempre vivos mesmo sob a enorme pressão que trabalhamos todos os dias?

James Hunter: Sim! Liderança servidora é dedicar tempo e esforço para identificar e satisfazer as necessidades legítimas das suas pessoas. Quando você faz isso, você necessariamente vai construir relacionamentos sólidos e saudáveis. Assim, a minha recomendação para os profissionais de vendas é servir seus clientes. Identifique e satisfaça as suas necessidades e faça disso o seu bem maior. Se você fizer essas coisas, você será bem sucedido(a).

José Ricardo Noronha: Todas as empresas estão sendo afetadas pelo que chamo de “efeitos da comoditização”. Sob esta nova realidade, quais são suas ideias e pensamentos sobre diferenciação especialmente usando os princípios da Liderança Servidora como a mudança decisiva (“game changer”) em um panorama tão competitivo?

James Hunter: É verdade que todas as indústrias estão sendo afetadas pelos efeitos da comoditização. Assim, o que vai  diferenciar seu negócio dos demais? O que irá diferenciar você pessoalmente de outros profissionais de vendas? A resposta, claro, é ser uma empresa (ou profissional de vendas) que é genuinamente preocupado em satisfazer as necessidades dos seus clientes mais do que qualquer outra coisa. Uma vez que você já tenha se diferenciado, o dinheiro será uma consequência. Você cuida dos seus clientes e os seus clientes cuidarão de você!

José Ricardo Noronha: Quais são as habilidades, atitudes e comportamentos chave dos grandes Líderes e dos grandes Profissionais de Vendas?

James Hunter: A habilidade essencial é ter um caráter sólido e fortes habilidades de construção de relacionamento. Uma pessoa de caráter é uma pessoa que é honesta, gentil, paciente, que se preocupa com seus clientes e é comprometida com a excelência. O caráter é um comportamento aprendido e que precisa ser praticado o tempo todo. Transformar-se em um melhor líder ou profissional de vendas é exatamente análogo a se tornar um atleta ou músico de ponta. Você não se torna um melhor atleta lendo livros. Você não irá aprender a tocar piano assistindo apresentações de PowerPoint. O mesmo se aplica a se tornar um grande Líder ou um excelente Profissional de Vendas. Você precisa praticar as disciplinas da Liderança Servidora e do Caráter o tempo todo.

José Ricardo Noronha: Amor e Paixão! Como podemos incluir estes elementos maravilhosos em nossas Equipes de Vendas?

James Hunter: Eu escrevo muito sobre o amor e paixão em meus livros! Os grandes líderes servidores que eu conheço amam as pessoas, bem como são apaixonados pelo que fazem. Eles amam o que fazem e ajudam as pessoas a ter um compromisso apaixonado com a excelência e com a melhoria contínua.

José Ricardo Noronha: Quais são os melhores livros e cursos que você recomenda para expandirmos o nosso conhecimento e repertório sobre Liderança Servidora, com especial ênfase a nós Profissionais de Vendas?

James Hunter: Correndo o risco de soar egoísta, eu certamente recomendaria meus dois livros sobre Liderança Servidora (“O Monge e o Executivo” e “Como se tornar um Líder Servidor”, ambos editados no Brasil pela Editora Sextante). Eu também recomendo o livro de Jim Collins, Good to Great (Empresas feitas para vencer, publicado em sua mais recente edição pela HSM Editora). Este livro fornece a evidência empírica para a Liderança Servidora e deve ser lido por qualquer pessoa em uma posição de liderança.

José Ricardo Noronha: Você pode por favor compartilhar uma última recomendação para que possamos fazer a diferença positiva no mundo ao aplicar os seus incríveis conceitos de Liderança Servidora em nossas vendas e vidas?

James Hunter: Acabei de terminar o meu 3 º (terceiro) livro sobre Liderança servidora, que em breve será publicado no Brasil. A essência do livro é que excelentes organizações (incluindo as famílias) possuem duas coisas: uma grande liderança e uma grande cultura. E essas coisas não acontecem por acaso. Os melhores líderes servidores que eu conheço trabalham muito duro para tornar-se melhores líderes e construir a melhor cultura possível para as pessoas que eles lideram e cuidam.

Gostou desta Entrevista? Compartilhe-a com seus amigos e familiares com o legítimo desejo de ajudá-los!

O Monge e o Executivo

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra, Curso ou Workshop Memorável em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

EProdutivo: A Escola do Resultado e do Equilíbrio. Christian Barbosa, Gustavo Cerbasi, José Ricardo Noronha e os maiores especialistas do País juntos em Projeto maravilhoso que vai mudar sua vida. Assine já!!

Redes Sociais: clique nos links abaixo para se conectar comigo nas principais redes sociais.

Facebook     YouTube    Linkedin     twitter     Flickr

 

Quer ser líder? Ouça seus funcionários e clientes!

Listening

Entendo que a pergunta acima parece um tanto quanto básica e até ingênua, mas devo-lhe confessar que ainda me surpreendo negativamente com o incrível descaso que muitas empresas e líderes tem dedicado à tarefa absolutamente essencial e vital de ouvir da forma mais ampla possível seus funcionários e clientes.

E daí você pode me perguntar: E o que é verdadeiramente importante ouvir dos meus funcionários e clientes Zé? Antes de compartilhar algumas dicas práticas para incrementar esta competência essencial, faz-se necessário ressaltar que a habilidade de ouvir com empatia (com coração, alma e mente verdadeiramente interessados no que o outro tem a dizer) é uma das principais e mais valorizadas competências dos grandes líderes e empresas. Amparado em minha própria experiência como líder e principalmente através da convivência com centenas de líderes (alguns verdadeiramente espetaculares), posso afirmar sem medo de errar que em tempos de mercados mais complexos, clientes muito mais exigentes e ofertas comoditizadas que a habilidade de ouvir funcionários e clientes é um valiosíssimo diferencial competitivo. Ouvir é absolutamente fundamental para quem lidera pessoas e para quem sonha fazer suas empresas líderes em seus respectivos mercados!

Isso dito, vamos às 6 dicas práticas para você ouvir melhor seus profissionais:

  1. Pergunte e procure descobrir sempre quais são os sonhos pessoais e profissionais dos seus liderados. E além de ouvi-los muito, incentive-os a falar e a compartilhar tudo o que sabem, querem e sentem pois sentindo-se parte de algo a tendência é que eles performem muito mais e que coloquem seus dons à serviço da missão da sua empresa;
  2. Demonstre genuína preocupação com os sentimentos e necessidades dos seus profissionais e não crie barreiras para ideias que possam inicialmente parecer equivocadas;
  3. Ofereça coaching o quanto puder para ajudá-los na realização dos sonhos e principalmente na conexão destes sonhos com os objetivos que você traçou de crescimento da sua área e empresa;
  4. Questione se a missão e o propósito de existência da sua empresa e negócio são fortes e legítimos o suficiente para fazer a mente e o coração dos seus profissionais trabalharem com força máxima exatamente por enxergarem congruência entre os valores, missão e sonhos da empresa com os deles;
  5. Ajude seus profissionais o tempo todo a realizarem o seu verdadeiro potencial e a serem bem sucedidas. Entenda o “porquê” de todos os seus liderados e busque conectar o “porquê” deles com o “porquê” de existência da sua empresa;
  6. Compartilhe conhecimento com eles o tempo todo com a certeza de que profissionais motivados e com “sense of belonging” (senso de pertencimento à uma causa e a um grande propósito) trabalham muito mais motivados e empenhados em torno da realização desta grande causa em que você é o grande catalisador.

E abaixo eu compartilho 6 dicas igualmente essenciais para você ouvir melhor seus clientes e transformar seus feedbacks, críticas, ideias e sugestões em uma poderosa máquina de retenção, lealdade e encantamento:

  1. Pontos de Escuta. Como a Disney tão brilhantemente nos ensina, é fundamental usar de forma inteligente inúmeros pontos de escuta com seus clientes ao longo de toda a cadeia de experiências dele com seus produtos e serviços. Pesquisas feitas com potenciais clientes (pré vendas), no call center, pesquisas mais estruturadas e amparadas em modelos como o NPS – Net Promoter Score, questionamentos informais em reuniões presenciais etc. Enfim, obtenha sempre o feedback mais cândido que puder de seus clientes e use-os para aprimorar seus produtos, processos e até sua missão de existência com foco absoluto no incremento da experiência de compra, satisfação e lealdade.
  2. Pergunte sempre. Esqueça muito do que já ouviu sobre vendas e saiba que a habilidade de comunicação mais importante é saber ouvir e falar pouco e nos momentos apropriados. Para isso, amplie o repertório de perguntas abertas que lhes permitam entender as reais necessidades e sonhos dos seus clientes para na sequência moldar o seu discurso de vendas a cada cliente específico. Uma dica de ouro aqui é criar um script de perguntas para entender melhor o seu cliente e transformar cada interação com ele em uma enriquecedora troca de informações e conhecimento.
  3. 80 / 20. Dica ainda mais valiosa aos profissionais envolvidos em vendas complexas (ciclos longos e elevados valores) e umbilicalmente ligada à dica anterior de perguntar mais, ouvir muito e falar menos. Deixe com que o seu cliente fale 80% do tempo. Se você ainda estiver distante destes números, busque mudá-los gradativamente ao longo do tempo: 50 / 50, 60 / 40 / 70 / 30 e 80 / 20 (Cliente / Você). Dica valiosíssima: ensaie com colegas e se puder filme estes exercícios. Tenho certeza de que você vai se surpreender com o quanto ainda pode melhorar.
  4. Porquê. Lembre-se sempre que seus clientes não compram nem o QUE e nem o COMO você vende. Entenda o “PORQUÊ” eles precisam do seu produto ou serviço e faça tudo o que for possível para satisfazê-los. Feito isso, reformule o seu discurso de vendas para que ele sempre se inicie com o “Porquê” de sua existência que é exatamente o de ajudar seus clientes e mercados a solucionar problemas e a realizar sonhos.
  5. Redes Sociais. Na “Era da Recomendação e da Experiência” em que vivemos, as Redes Sociais são um instrumento poderoso para entender melhor seus clientes, se engajar e dialogar com eles e construir relacionamentos cada vez mais poderosos e de longo prazo. Dica de ouro: não basta estar presente nas Redes Sociais. O essencial é usar este meio para divulgar seus produtos e serviços e também para captar tendências, necessidades e se engajar o tempo todo com seus clientes.
  6. Observe-os. Além de ouvi-los, observe os seus clientes o tempo todo para identificar novas potenciais demandas que nem sequer por eles foram identificadas. Busque inspiração em uma das grandes lições do gênio Steve Jobs e que se aplica perfeitamente aqui: “não é responsabilidade dos clientes saber o que eles precisam“.

Gostou deste artigo? Compartilhe-o com seus colegas, líderes e liderados. É assim ajudando uns aos outros que criamos um círculo virtuoso de sucesso onde todos ganham.

Um grande abraço do amigo,

José Ricardo Noronha

Resumo do Artigo:

Problema: Poucos são os líderes e empresas que ouvem com empatia seus funcionários e clientes. RealidadeOuvir é absolutamente fundamental para quem lidera pessoas e sonha fazer suas empresas líderes em seus respectivos mercados. E ouvir com excelência se configura em um importante diferencial competitivo para você e sua empresa. Ouça muito!

Solução: Ouça mais seus funcionários e clientes.

6 dicas práticas para ouvir melhor seus profissionais:
1. Pergunte sobre seus sonhos 4. Questione sua missão
2. Demonstre preocupação genuína 5. Ajude-os a realizar seu potencial
3. Ofereça coaching o tempo todo 6. Compartilhe conhecimento
6 dicas práticas para ouvir melhor seus clientes
1. Crie inúmeros pontos de escuta 4. Entenda o “porquê” do seu cliente
2. Pergunte sempre 5. Use as Redes Sociais
3. 80 / 20: o cliente sempre fala mais 6. Observe-os

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra, Curso ou Workshop Memorável em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.               

 

Cliente Alvo: como identificar e prospectar com sucesso?

Searching for a Niche Group - Magnifying Glass

Já disse isso aqui e reforçarei quantas vezes necessário se fizer: Vendas é uma área apaixonante! E por mais paradoxal que possa parecer, muitas vezes o que se percebe é que é exatamente pelo excesso de paixão pelo que fazemos, pelos nossos produtos e serviços e pelo desejo de transformar o nosso grande sonho em realidade que cometemos um erro que pode ser fatal que é o de falharmos na hora da boa identificação do perfil do nosso cliente e também do perfil do nosso “não cliente”.

No processo de identificação do cliente alvo (que em Marketing chamados de persona), muitas empresas criam a falsa impressão que um bom produto, serviço ou ideia conseguirá atingir com o mesmo sucesso o mercado como um todo. Ledo engano. Segmentação é o nome do jogo aqui, e isso requer um profundo entendimento do comportamento do consumidor e uma cuidadosa análise estratégica de marketing que deve incluir segmentação de mercado, seleção dos mercados-alvo e o correto posicionamento de mercado baseado fortemente nos benefícios e diferenciais competitivos do seu produto ou serviço.

E para te ajudar, eu trago hoje 4 perguntas recheadas de dicas práticas e perfeitamente aplicáveis em qualquer negócio que tenho certeza lhe serão super úteis para a criação dos “perfis de cliente alvo” da sua empresa:

1. Quem é o seu cliente-alvo?

  • Se for pessoa jurídica: qual o setor de atividade, qual o tamanho ideal da empresa, etc
  • Se for pessoa física: de qual classe social, de quais regiões específicas, etc

2. Qual é o problema que você vai solucionar?

  • Em ambas situações (PJ e PF) você deve saber responder de forma precisa a seguinte pergunta: Qual é o problema que o meu produto,  serviço ou solução irá resolver para o meu cliente e que somente a minha empresa pode ajudá-lo? Perceba que fiz questão de lhe desafiar um pouco no que diz respeito a trabalhar o quanto puder para identificar o que faz sua empresa e oferta verdadeiramente únicas, pois quão mais únicas elas forem, infinitamente maiores serão as chances de obter muito sucesso em seu negócio.

3. Quais são os canais de venda para chegar até eles e os meios para se manter engajado com eles de forma contínua?

  • Outro ponto que exige uma análise aguçada de todos os meios que você irá utilizar para vender seus produtos e serviços. Loja física, vendas corporativas, venda através de representantes comerciais, Internet etc são alguns dos canais a serem considerados nesta etapa. E tão importante quanto definir quais serão os canais de venda, é identificar os  meios para influenciar, educar e se engajar (de forma contínua) com seus clientes e futuros clientes sobre os benefícios e características únicas do seu produto, serviço ou solução. Redes Sociais, Site, Anúncios em Jornal, TV etc são alguns dos meios que uma vez bem utilizados lhe serão essenciais ao sucesso e perenidade do seu negócio. Dica de Ouro para Empresas e Profissionais com orçamentos mais enxutos de Marketing: as Redes Sociais são um canal extremamente poderoso de identificação, conquista e fidelização de clientes.

4. Por que eles devem comprar de você e não do seu concorrente?

  • É aqui que lhe sugiro que faça um profundo trabalho de identificação dos diferenciais competitivos do seu negócio, que idealmente devem contar com três grandes elementos: único, importante e defensável. Sim, o seu ou seus (é raro encontrar empresas com mais de 3) diferenciais competitivos precisam ser verdadeiramente únicos para você, importantes para o seu cliente e defensáveis diante dos seus concorrentes. E é até triste dizer mas se você não tiver um ou mais diferenciais competitivos reais, você se transformará em mais um fornecedor de “commodity“, onde o poder na relação comercial se desloca muito mais para o lado do comprador que tende a basear sua compra pelo menor preço (tendência cada vez maior face à crescente comoditização de produtos, serviços e soluções em todos os mercados).

E para você que já tem uma empresa ou é líder em alguma organização e está bem possivelmente neste momento questionando o seu posicionamento estratégico no mercado cada vez mais exigente e concorrido em que todos vivemos, fica a dica: o processo acima serve perfeitamente para você repensar e se necessário for remodelar seu posicionamento estratégico sempre tendo em vista a tão necessária diferenciação que irá incrementar suas vendas, suas margens de lucro e a sua felicidade!

Sucesso hoje e sempre!

Com um grande abraço do seu amigo vendedor,

José Ricardo Noronha

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 3434.6488 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra, Curso ou Workshop Memorável em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Confiança: um ativo que nunca para de se valorizar

Artigo publicado na Revista Congesa – Edição 5 – Dezembro de 2013

Por mais incrível que possa parecer, o final do ano já se aproxima e com ele vem sempre aquele momento gostoso de reflexão sobre tudo o que já realizamos e sobre tudo aquilo ainda sonhamos em realizar. E é sobre realização e confiança que eu quero hoje falar com você!

Inúmeros estudos comprovam que o sucesso, a vitalidade e a felicidade estão diretamente relacionados com o nível de confiança de confiança em nossos relacionamentos, sejam eles profissionais e pessoais. A confiança, quando presente em tudo o que fazemos, cria um circulo virtuoso onde tudo flui melhor e todos ganham. No mundo dos negócios, nas vendas e na vida em geral, duas premissas são absolutamente essenciais e fundamentais. A primeira: pessoas compram de pessoas e se relacionam com pessoas. A segunda: as pessoas compram e se relacionam com quem elas confiam. Portanto, quando nos transformamos em profissionais de confiança, os relacionamentos e os negócios tendem a crescer de forma substancial e fortemente baseados na credibilidade conquistada junto aos nossos amigos, familiares, clientes, fornecedores e nos mercados em que atuamos.

O grande problema é que vivemos em uma Era marcada por um ambiente de baixíssima confiança. Vivemos uma crise de confiança que tem impacto negativo no nosso bem estar econômico e na qualidade de vida em geral. Pessoas não confiam em pessoas. Pessoas não confiam nos seus líderes. Empresas não confiam em seus profissionais. Enfim, ninguém confia em ninguém! Confiar que deveria ser a regra prevalecente, transformou-se em exceção. Especialmente no mercado imobiliário, deparamo-nos quase que diariamente com empresas que não cumprem suas obrigações e promessas diante dos clientes que muitas vezes veem a realização do sonho da casa própria se transformar em um grande pesadelo. Confiamos em pouquíssimas pessoas e em raras empresas.

Aliás, vale lembrar e recomendar aqui o excelente livro “A Velocidade da Confiança” de Stephen M.R. Covey publicado no Brasil pela Editora Elsevier, que diz que quão maior é a confiança nos relacionamentos, maior é a velocidade com que as coisas acontecem e menor é o custo e que quão menor é a confiança, menor é a velocidade e maior o custo. O quadro abaixo ajuda a entender melhor a lógica que nos é brilhantemente explicada por Stephen M.R. Covey e que permeia todo o trabalho do livro.

ConfiançaQuando se há um elevado nível de confiança nos relacionamentos, as pessoas são capazes de se comunicar com maior rapidez, de colaborar melhor, de inovar mais e de fazer negócios de forma muito mais acelerada e de maneira muito mais eficiente.

Portanto, aproveite este final de ano para fazer uma profunda reflexão sobre como anda a confiança em cada um dos seus relacionamentos e faça o que puder para aumentá-la ainda mais, pois como já disse acima, a confiança ajuda em tudo e todos só tem a ganhar.

Invista sempre em confiança, pois Confiança é um ativo que nunca para de se valorizar!

Um grande abraço!

José Ricardo Noronha

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Fracassado é quem sequer se arrisca a realizar seu sonho …

Vivemos no Brasil um situação no mínimo paradoxal. A grande maioria dos profissionais sonha em empreender. E a maior parte deles não o faz pelo medo do fracasso. Preferem ficar na sua zona de conforto ao risco de tentar quantas vezes necessário for para fazer seu grande sonho acontecer. Inspire-se com os grandes, médios e pequenos empresários que fizeram seu sonho acontecer.

Sonhe!! Realize!! 

Fracassados

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

As 10 atitudes que vão mudar sua vida em 2014

Wow, como o tempo passa rápido! Já estamos em 2014. Ano Novo, novas resoluções, novas metas e novos desafios!

E para fazer bonito em 2014 é sempre necessário repensar os seus modos de pensar e agir. Mudar nunca foi tão importante quanto agora! E neste processo muitas vezes até instintivo é fundamental questionar-se sobre as técnicas e principalmente sobre as atitudes que você tem utilizado para fazer a diferença nas suas vendas, nos seus negócios, na sua vida e na vida dos seus clientes. Se você ainda usa técnicas de 5, 10 ou 20 anos atrás ou se ainda não mudou suas atitudes de vendas, é bem possível que mesmo com todo o seu talento, habilidades e competências que você já esteja trabalhando muito mais do que fazia no passado ou que definitivamente terá que se esforçar ainda mais para conseguir superar todas as suas metas no presente e no futuro.

Digo isso, pois a deliciosa experiência que me é propiciada pela convivência diária com milhares de vendedores e vendedoras do Brasil inteiro e das mais variadas indústrias me dá a oportunidade de aprender e perceber que infelizmente ainda são poucos os profissionais de vendas que tem investido de forma vigorosa e contínua em seu desenvolvimento profissional e na mudança das suas atitudes. Diante disso, muitos deles se tornam em “profissionais ultrapassados” exatamente por não terem investido em si próprios para ampliar o seu atributo mais essencial e valioso: o conhecimento.

Dominar novas técnicas de vendas é super importante. No entanto, sempre digo que mais importante que dominar a técnica A de Abordagem, a B de Persuasão ou C de Negociação, é ter as atitudes corretas sempre pautadas em criar relacionamentos de longo prazo baseados em confiança, reputação, credibilidade, ética e honestidade.

Para te ajudar a fazer do seu Ano Novo um ano espetacular em suas vendas e em sua vida, eu compartilho abaixo 10 atitudes que enxergo serem absolutamente cruciais e determinantes para o seu sucesso:

  1. Paixão por Vendas: é preciso ser apaixonado por vender, se relacionar com pessoas e sempre lembrar que “Vender é Servir” e que “Vender é Ajudar” os seus clientes na resolução dos problemas e na realização dos sonhos deles. Seja (não esteja) vendedor(a), tenha paixão pelo que faz e a torne visível e tangível aos seus clientes. Todo e qualquer cliente ama se relacionar com vendedores apaixonados.
  2. Ajuda e amor ao próximo: Se “Vender é Ajudar” e “Vender é Servir”, ajude os seus clientes (inclua aqui amigos e familiares também) o máximo que puder, com a certeza de que quanto mais você os ajudar, mais sucesso eles terão e consequentemente mais sucesso você também terá. Para isso acontecer, coloque sempre as necessidades, expectativas e sonhos dos seus clientes (todos eles) a frente dos seus.
  3. Proatividade: o mundo das vendas é dos proativos, dos profissionais que fazem acontecer. Não espere que sua empresa o capacite. Corra atrás de novos conhecimentos o tempo todo. Não espere seu telefone tocar. Busque novos clientes o tempo todo, pesquisando-os o quanto puder antes de prospectá-los. Pesquise o quanto puder sobre seus concorrentes e sobre as tendências que cercam o seu mercado. Quanto melhor for o seu entendimento, melhor preparado estará para vencer.
  4. Persistência: especialmente na área de vendas, ser persistente é absolutamente crucial para alcançar o tão sonhado sucesso. Sonhe sempre grande com a certeza de que quão maior for o seu sonho, mais terá que trabalhar e mais perseverante terá que ser para enfrentar as inevitáveis dificuldades que certamente aparecerão à sua frente. Persista e persevere.
  5. Resiliência: mantenha-se firme e forte diante dos grandes obstáculos e da pressão e estresse que certamente acontecerão em muitos momentos da sua jornada. Por mais duras que forem as “pancadas” que sofrer ao longo da sua trajetória, busque voltar ao seu “estado natural” o mais rápido que puder sempre tendo extraído alguma lição importante que o ajude evitar novas quedas ou novos problemas.
  6. Positividade e Otimismo: em tudo o que fizer, transpire otimismo (sem deixar de prestar a devida atenção à realidade que o cerca) e positividade em tudo o que fizer. Ninguém gosta de se relacionar e comprar de gente pessimista e negativa. Bom humor e disposição em ajudar continuam sendo características essenciais dos profissionais de sucesso.
  7. Humildade: tenha a humildade de entender que há sempre espaço para melhorar. Leia muito e tenha curiosidade de conhecer novas áreas, novas pessoas e pontos de vistas divergentes dos seus. Saiba pedir desculpas e oferecer a devida reparação pela sua falha. Questione suas suposições, valorize as posições contrárias às suas e aprenda a aprender.
  8. Coragem: para se distanciar de tudo o que não lhe dá prazer e de tudo o que lhe é custoso para o corpo e para a alma. Coragem para tirar do papel e da cabeça o seu grande sonho e torná-lo realidade. Coragem para dizer adeus aos seus clientes que só lhe trazem problemas. Coragem para dizer “obrigado e até mais” ao seu atual empregador, onde você não está feliz. Coragem para mudar hoje e sempre.
  9. Foco: Descubra seus três círculos. 1o. Encontre aquilo que você tem verdadeira paixão. 2o. Quuestione-se se na sua paixão você pode ou não ser o/a melhor do mundo. 3o. Entenda se o mercado está disposto a pagar por esta sua paixão. Quando se tem o encontro destes três círculos, foque todos os seus esforços para fazer o(s) grande(s) sonho da vida acontecer. E nunca deixe que nada te desvie do Foco no Resultado que precisa (e vai) atingir.
  10. Tirar a bunda da cadeira: com o pedido antecipado de desculpas pelo linguajar não apropriado mas aqui perfeitamente aplicável, é preciso parar de sonhar e começar a fazer. De nada adianta planejar muito e não colocar em prática a estratégia que lhe permitirá fazer o grande sonho da sua vida acontecer. Pare de sonhar e comece ainda hoje a realizar.

2014: o ano da Atitude! Incremente e amplie o seu repertório de Técnicas de Vendas o quanto puder, mas tenha sempre a certeza de que são as atitudes que fazem e sempre farão a diferença nas suas vendas, na sua vida e na vida dos seus clientes.

Sucesso em 2014 e em todos os anos seguintes!!

Um grande abraço do seu amigo vendedor,

José Ricardo Noronha

Welcome 2014

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Em 2014 pare de sonhar e comece a realizar!

O que dizer de 2013? 2013 foi um ano espetacular!

Tomei uma das decisões mais importantes e difíceis da minha vida que foi a de deixar a vida de executivo em uma empresa sensacional para me dedicar de corpo, alma e coração ao meu grande sonho e missão de ajudar as pessoas.

Visitei todas as regiões e praticamente todos os estados do País, onde tive a chance de aprender e impactar direta e positivamente a vida de milhares de pessoas.

E o que esperar de 2014?

Se em 2013 Deus esteve comigo em cada momento, tenho certeza de que ele está e sempre estará ao meu lado no ano novo que hoje se inicia e onde já com uma agenda abençoadamente repleta de palestras, cursos, workshops, aulas e consultorias quero muito mesmo te ajudar na realização de todos os seus sonhos, pois não basta apenas vender muito. O que é essencial mesmo é vender com paixão, propósito e com a certeza de que vender é servir e ajudar o próximo e que quanto mais ajudamos mais sucesso temos! Façamos isso todos juntos!!

Da Disney onde passei o Natal e o Ano Novo com minha família compartilho uma frase do gênio Walt Disney: “A melhor maneira de começar é parar de falar e começar a fazer”. Pare de sonhar!! Em 2014 faça acontecer o grande sonho da sua vida!!

Do fundo do coração eu te agradeço pelo carinho e confiança de sempre e reforço o meu compromisso de te ajudar! Conte comigo!!

Feliz 2014!!

Merry Christmas 2013 37

Palestras e Cursos Memoráveis: Entre em contato pelos telefones (11) 4153.6889 / 98338.5300 ou e-mail, para montarmos juntos uma Palestra ou Curso Memorável de Vendas em sua Empresa. Clique aqui para ver os depoimentos dos meus “fãs”.

Um mundo de magia! Sonhe!! Realize!!!

Escrevi o texto abaixo em 2009. 4 anos depois e novamente acompanhado de toda a minha tropa feminina e tendo estudado, aplicado e ensinado ainda mais as técnicas de atendimento e encantamento de clientes da Disney estou aqui novamente realizando mais um grande sonho de toda a família. É realmente impressionante como a Disney consegue criar experiências realmente espetaculares para todos os seus “convidados”. No texto abaixo (que continua super atual), eu compartilho algumas dicas sensacionais para você aplicar em tudo o que fizer em sua vida. Dicas que se colocadas em prática com eficácia lhe permitirão transformar seus clientes em “fãs”, algo que a Disney nos ensina todos os dias em seus parques, filmes, séries, produtos e serviços.

E como esta é uma época iluminada do Ano e quando muitos estabelecem suas “resoluções de ano novo”, inclua dentre os seus grandes objetivos para 2014 e todos os anos seguintes oferecer experiências cada vez mais espetaculares a todos os seus clientes, onde se incluem além dos “clientes” propriamente ditos, sua famílias, seus amigos e todos os que tem a felicidade de com você interagir.

Sucesso para você hoje e sempre! E que você consiga realizar todos os seus sonhos tendo por inspiração o gênio Walt Disney! Sonhe!! Realize!!!

Que Deus lhe dê um Natal sensacional e um 2014 realmente acima de todas as expectativas!!!

Abraços do amigo vendedor,

José Ricardo Noronha

Um mundo de magia!!

Acabo de voltar de duas deliciosas semanas de férias na Disney com toda a minha tropinha feminina. Foram dias marcados por emoções indescritíveis e lembranças fantásticas que certamente irão durar para sempre. Há muito eu não visitava Orlando e mais uma vez fiquei absurdamente impressionado com a beleza, com a organização e principalmente com o excepcional nível de serviços que é prestado em especial nos 6 Parques que compõem o completo Disney em Orlando (Magic Kingdom, Epcot Center, Hollywood Studios, Animal Kingdom, Blizzard Beach e Typhoon Lagoon).

As lágrimas da Evelise ao chegar ao Magic Kingdom no primeiro dia da nossa fantástica jornada à Disney e as das minhas filhas ao se despedirem deste mesmo Parque no último dia de nossa viagem, permeadas pelas outras inúmeras vezes que vimos as volumosas lágrimas insistirem em molhar os nossos já suados rostos, certamente formaram o pano de fundo de uma experiência única e que nos fez ainda que informalmente nos tornarmos a partir de agora “embaixadores da Disney” junto aos nossos amigos.

E diante deste turbilhão de emoções, pensei que os olhinhos brilhando e lacrimejando o tempo todo tinham de ter uma explicação contundente por trás.

E como um  bom caipira metido a besta, eu aproveitei esta oportunidade ímpar em minha vida para explorar um pouco mais os fatores de sucesso que fazem parte deste mundo mágico que teve sua criação iniciada há quase 100 anos por um gênio chamado Walt Disney, que foi o responsável pela criação de alguns desenhos que até hoje dominam o imaginário infantil e porque não dizer o imaginário de milhões de “crianças crescidas”, dentre as quais o blogueiro caipira se inclui.

Criar um mundo mágico definitivamente não é tarefa fácil. Requer além de vultosos investimentos outros componentes chave como liderança, criatividade, inovação, talento, motivação, treinamento constante e acima de tudo um componente chave em qualquer organização e na minha visão em qualquer nação: a Paixão!!!

Durante as duas semanas que lá fiquei tentei conversar com uma série de funcionários da Disney buscando ainda de que forma superficial entender um pouco mais sobre o que rola “behind the scenes” na construção deste mundo mágico que atrai anualmente milhões e milhões de pessoas e famílias do mundo inteiro aos Parques da Disney e que movimenta bilhões de dólares através dos milhares de produtos e serviços licenciados sob a marca Disney. Aliás, vale aqui ressaltar que a “pesquisa” que aqui me refiro foi feita sem qualquer metodologia oficial, lembrando que eu estava lá de férias com a minha família e que como um fã ardoroso do Mickey, Pato Donald e de todos os outros muitos personagens Disney, se sentiu profundamente interessado em investigar melhor este fascinante mundo de magia que literalmente nos faz chorar de emoção e alegria o tempo todo.

Dentre os inúmeros pontos que ouvi dos funcionários que falei (muitos brasileiros aliás), percebi alguns que são verdadeiramente importantes:

  • Treinamentos constantes e os mais diversos possíveis;
  • Reais oportunidades de carreira para os funcionários talentosos, que aliás seguem um modelo de desenvolvimento profissional que lembra o do McDonalds, que requer que todos os funcionários tenham as mais diversas e simples experiências até chegarem aos tão sonhados cargos executivos (para se ter uma idéia duas das meninas que trabalham no salão de beleza da Disney – o Bibbidi Bobbidi – e que tiveram a incumbência de transformar minhas princesinhas na Branca de Neve e na Bela estão neste momento uma em um mestrado e outra em um doutorado em suas respectivas áreas);
  • Um desejo claro de servir (o sorriso verdadeiro, legítimo e farto dos milhares e milhares de funcionários da Disney);
  • E acima de tudo, o senso de pertencer e fazer parte a um mundo de magia e encantamento (isso não tem preço e definitivamente não é conseguido somente através de bons salários).

Trata-se sem sombra de dúvidas de uma fórmula de grande sucesso e que definitivamente atinge e supera sempre com maestria seus objetivos!

E eu com a minha família espero lá poder voltar outras inúmeras vezes para sentir este gosto inexplicável de se sentir criança novamente!

Um grande abraço a todos!

José Ricardo B. Noronha

Natal Disney 2013

Foto que tirei no dia 19/12/2013 na Celebração de Natal do Magic Kingdom. Simplesmente indescritível!!

Você Vai Continuar
Torrando Dinheiro com
Treinamentos e Palestras?

Baixe agora o eBook rápido de alto impacto com
5 dicas preciosas para não torrar dinheiro com
treinamentos desconectados da sua realidade.

Você está a UM PASSO de baixar
seu exemplar do eBook!

Deixe seu nome e seu melhor e-mail
para receber o link de download.